DestaquesÚtimas Notícias

Bairro Praia de Belas volta a registrar alagamentos; Dmae diz que escoamento das águas pluviais é por meio da gravidade para o Dilúvio

0
Foto: Kathlyn Moreira / Agencia RBS
Compartilhe este post

O bairro Praia de Belas, na área central de Porto Alegre, voltou a registrar alagamentos. Nesta quarta-feira (29), próximo ao prédio do Tribunal de Justiça, a água voltou a tomar conta da via.

A entrada do 1º Batalhão do Corpo dos Bombeiros está alagada na Avenida de Aureliano de Figueiredo Pinto. Em razão do acúmulo de água, o trânsito está complicado na região. Muitos motoristas reduzem a velocidade a avaliam se prosseguem ou dão meia-volta. Na Aureliano entre Edvaldo Pereira Paiva e Borges de Medeiros o nível da água atingiu a metade de um veículo estacionado.

O Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) informa que naquela região, o escoamento das águas pluviais é por meio da gravidade para o Arroio Dilúvio. Como o nível do Guaíba segue elevado, o arroio também está com a capacidade comprometida, o que faz com que a água que deveria escoar, retorne pelas bocas de lobo.

Agentes da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) bloquearam o trânsito na Aureliano com a Borges de Medeiros em ambos os sentidos.

Na quinta-feira passada, os moradores de diversos bairros de Porto Alegre registraram rápida ascensão da água e alagamentos em diversas vias. Entre os registros de aumento do volume estão vias e áreas como Menino Deus, Praia de Belas, Cidade Baixa, Santana, Centro, São Geraldo, Restinga e Floresta. O volume da chuva em Porto Alegre nas últimas 12h chegou a 103mm na Estação Cristal e 95mm na Partenon, segundo o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden).

O Dmae atribuiu o transtorno ao acúmulo de lixo e restrições no funcionamento de casas de bombeamento. O prefeito Sebastião Melo destacou que a chuva foi muito grande em um curto período de tempo. O diretor-geral do Dmae, Maurício Loss, por sua vez, analisou que as redes estão assoreadas e houve diminuição da capacidade de que a água afluísse.

Mais em Destaques