GeralRegião

Homem que confessou matar pais e irmã passou a noite em boate após a chacina

0
Compartilhe este post

De acordo com a polícia, ele gastou cerca de R$ 2 mil no local.

Tunas, no Vale do Rio Pardo, está em choque. A chacina registrada na sexta-feira assusta a população de 4,5 mil habitantes por conta da crueldade. Jaime Schoeninger dos Santos, 23 anos, preso durante o enterro da própria família. Ele atirou contra o pai após discussão, prendeu a mãe e a irmã (de apenas um ano) dentro de casa e ateou fogo.

Morreram Adão Antunes dos Santos, 66 anos, e Marlene Schoeninger, 43 anos, além da bebê Jamile Schoeninger dos Santos. A Polícia Civil de Arroio do Tigre ainda apurou que o criminoso passou a noite em uma boate após o triplo homicídio, e gastou cerca de R$ 2 mil entre de sexta-feira para sábado.

Em depoimento, ele alegou legítima defesa e ressaltou que não tinha intenção de matar ninguém. No entanto, a polícia trabalha com a hipótese de que a chacina foi premeditada.

*Agora no Vale

Mais em Geral