CidadeDestaquesEstadoGeral

Temporal Causa Estragos no RS: Municípios contabilizam prejuízos e se preparam para novas chuvas

0
Compartilhe este post

Esta segunda-feira foi marcada por um intenso trabalho de levantamento de prejuízos em diversas regiões do Rio Grande do Sul, após a passagem de um vendaval e fortes chuvas durante o final de semana. Em Santo Antônio da Patrulha, no Litoral Norte, a prefeitura e a Defesa Civil quantificaram os estragos, contabilizando ao menos 106 casas destelhadas, sendo cinco delas com danos estruturais, e três escolas com prejuízos no telhado.

O impacto foi mais significativo no interior do município, com localidades como Miraguaia, Catanduvinha, Serraria Velha, Macegão, Monjolo, Arroio da Madeira e Evaristo sendo as mais atingidas. Na área central, um incêndio atingiu uma residência, mas, por sorte, o cachorro da família foi resgatado pelos bombeiros, reanimado e levado para cuidados veterinários.

A prefeitura de Santo Antônio da Patrulha está oferecendo suporte temporário aos moradores afetados e lançou um apelo à comunidade para doação de telhas, direcionadas ao Corpo de Bombeiros local.

Já em Nova Santa Rita, na Região Metropolitana de Porto Alegre, cerca de 1,5 mil telhas foram distribuídas para famílias no bairro Berto Círio, contando com o auxílio do 3º Batalhão de Suprimento do Exército. O bairro e a Vila Esperança foram os mais afetados na cidade, com aproximadamente 120 famílias atingidas. A prefeitura também disponibilizou 2 mil metros de lona à população.

O prefeito Rodrigo Battistella destacou a magnitude dos estragos e lançou uma campanha de arrecadação de colchões, móveis, cobertores e materiais de higiene e limpeza para auxiliar as famílias impactadas.

Enquanto as equipes locais lidam com as consequências do temporal, a Defesa Civil Estadual emitiu um novo alerta para chuvas expressivas em grande parte do estado, com foco especial no Vale do Caí, onde há risco de inundação do rio Caí entre Vale Real e Montenegro. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) também prevê possibilidade de tempestades nesta terça-feira, com precipitações podendo ultrapassar os 100 milímetros, ventos de até 100 km/h e potencial queda de granizo.

As cidades que registraram os maiores volumes de chuva entre domingo e segunda-feira foram Serafina Corrêa (104,4 mm), Teutônia (96,4 mm), Cambará do Sul (88,8 mm) e São Vicente do Sul (87,6 mm). Em Porto Alegre, a estação pluviométrica no Jardim Botânico acumulou 75 mm no mesmo período. A população segue em alerta diante das condições meteorológicas adversas previstas para os próximos dias.

Fonte: Correio do Povo

Mais em Cidade