ArtigosEducaçãoGeralÚtimas Notícias

Artigo: Postura corporal na infância e adolescência

0
Compartilhe este post

Um recente estudo realizado com crianças de 7 a 10 anos no Brasil, afirma que 65,5% das alterações morfológicas relacionadas à postura são decorrentes de hábitos posturais incorretos, pois a partir destes dados, constatou-se uma alta incidência de alterações posturais neste grupo etário, provavelmente causados por demandas assimétricas diárias do corpo, o que inclui sentar-se inadequadamente, ter estilo de vida sedentário, além da utilização de mochilas muito pesadas (PENHA et al., 2005).

Considerando-se que as alterações posturais na infância e na adolescência predispõem problemas na coluna quando adulto, torna-se necessário a devida correção o mais cedo possível.

Percebe-se que os problemas posturais têm aumentado devido a muitos fatores, entre eles: as gerações atuais ficam mais tempo na frente da televisão do que as anteriores; as crianças, os adolescentes e muitos adultos estão mais eletrônicos, com trabalhos mais sedentários e sentados diante de computadores.

Também, quando sentamos de maneira incorreta, arqueada, fazemos com que os órgãos da região abdominal fiquem comprimidos, afetando o trabalho do coração e dos pulmões.

Mesmo que a correção da postura leve tempo e atenção, é uma atitude que deve ser tomada, mudando a má postura, sentada ou em pé, desde criança pode-se corrigir problemas na coluna quando adulto, basta um pouco de esforço.

A postura corporal é um conteúdo da área de Educação Física, embora pouco explorado pelos profissionais da área tanto no contexto escolar como no contexto não formal de ensino. A prática física deve ser explorada a partir de exercícios de autocorreção, força e alongamento. É importante lembrar que estes exercícios devem ser selecionados de acordo com as alterações posturais e que os exercícios de autocorreção devem ser realizados durante a realização de tarefas cotidianas.

Algumas dicas para uma boa postura corporal:

  • Manter a postura correta da coluna ao sentar e ao ficar em pé;
  • Fazer pausas ao ficar muito tempo sentado ou em pé;
  • Manter um peso saudável;
  • Praticar exercícios físicos regulares;
  • Levantar objetos com a técnica apropriada;
  • Evitar ficar muito tempo deitado ao assistir televisão;
  • Observar que o peso das mochilas das crianças não deve ultrapassar o limite de 10% do seu peso.

Com a sociedade estressante de hoje, é importante cuidar bem de si mesmo. A boa postura corporal não é somente uma forma de diminuir dor e melhorar os movimentos. A boa postura, indiferente da fase da vida, faz a pessoa se sentir melhor.

Celso Luis Pimel

Professor de Educação Física E.M.E.F.Alexandre Tramontini –Espumoso – RS

Fonte: Aprendizagem e performance motora: uma abordagem da aprendizagem baseada no problema, de A. R. Schmidt

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Artigos