DestaquesEsportesGeral

Com série de desfalques, Grêmio prepara mudanças para enfrentar o Sampaio Corrêa

0
Compartilhe este post

Grêmio começa nesta quarta-feira (15) a preparação para enfrentar o Sampaio Corrêa, sábado, às 11h, na Arena. Com uma série de mudanças previstas, entre suspensões, lesões e opções de Roger Machado, o time tenta se reorganizar para voltar ao G-4 da Série B. O Tricolor está a um ponto do Sport, quarto colocado.

A primeira decisão da comissão técnica será no gol. Brenno, que se recupera de lesão na panturrilha, será reavaliado pelo departamento médico. O jogador acabou como desfalque minutos antes do início da partida contra o Novorizontino, no dia 7, após relatar desconforto. Caso tenha a liberação dos médicos, deve reassumir a titularidade no lugar de Gabriel Grando.

Na linha de zagueiros, a primeira dúvida é sobre a estrutura de time que será adotada. O modelo de três zagueiros foi o escolhido por Roger desde a partida contra o Vila Nova, em 29 de maio. Nas partidas seguintes, a defesa não foi vazada contra Vasco, Novorizontino e Sport. Como Kannemann terá de cumprir suspensão pela expulsão contra o Sport, é possível que o time volte a ter uma linha de quatro defensores.

Sérgio Xavier, comentarista do Grupo Globo, acredita que o ideal é dar sequência ao modelo com três atrás:

 — O Grêmio virou uma metamorfose ambulante. É tentativa e erro. Isso vale para esquema e para a escalação. Precisa fixar algo, partir de uma base. O time não deixa de fazer gols por ter três zagueiros. A razão pela seca é a falta de qualidade dos jogadores da frente. É um problema que não é do Roger, mas da formação de elenco. Os três zagueiros deram estabilidade — avaliou.

No cenário de manutenção da linha de três zagueiros, a tendência é de que Kannemann ceda lugar ao antigo titular do lado esquerdo da defesa. Recuperado da covid-19, Bruno Alves está liberado para atuar. Ele deve ser o escolhido por Roger Machado para formar o trio ao lado de Geromel e Rodrigues.

Na lateral direita, mais problemas. Edílson será desfalque para a próxima sequência de jogos após lesão na coxa direita. Como Rodrigo Ferreira também se recupera de um problema médico, a tendência é de que o volante Jhonata Varela seja improvisado e assuma a função de ala.

Sarará também briga pela oportunidade, mas não foi utilizado nas últimas partidas após ser o primeiro jogador no grupo a ter uma chance como ala pela direita. Se o time voltar a jogar com a linha de quatro, Rodrigues deve ser deslocado para a lateral e a defesa teria a dupla Geromel e Bruno Alves.

A dupla de volantes utilizada contra o Sport também está em avaliação. Bitello deve recuperar a titularidade no lugar de Thiago Santos. O jovem perdeu dois dias de treino na semana que antecedeu ao jogo contra o Sport por conta de uma pancada sofrida contra o Novorizontino.

Principal dor de cabeça para o torcedor, o ataque também está na lista de possíveis mudanças. A dupla de Biel e Janderson está ameaçada de perder lugar. Campaz é opção para o setor. Diego Souza, que não viajou a Recife por causa de uma amigdalite, tem retorno garantido no lugar de Elkeson.

— O Roger deveria manter a estrutura com três zagueiros. O time, bem ou mal, passou a somar pontos. É tentar manter a estrutura. Precisa organizar o ataque. É uma questão de organização de vestiário. Desde a saída do Renato ainda não teve o compromisso do grupo — comentou PVC, comentarista do Grupo Globo.

Com a possibilidade de mudanças em todos os setores, o Grêmio também se apoia no péssimo rendimento ffora de casa do Sampaio Corrêa. O time maranhense é o pior visitante da competição, com apenas um empate e cinco derrotas.

Fonte: GZH

Mais em Destaques