EsportesGeral

Com volta da torcida, Grêmio enfrenta São Paulo para evitar despedida da Série A

0
Compartilhe este post
Ana Lanches

A quinta-feira será angustiante para os gremistas. O drama e o sofrimento vivido em todo o Campeonato Brasileiro se fará presente mais uma vez nesta noite, a partir das 20h, na Arena. O Tricolor enfrenta o São Paulo, pela 35ª rodada, em jogo que pode decretar, matematicamente, o rebaixamento à Série B pela terceira vez na história. Uma vitória ainda mantém viva a esperança de sair do Z-4, mesmo que o cenário tenha se agravado com o triunfo do Juventude sobre o Red Bull Bragantino, na terça-feira.

Na verdade a aflição já começará às 18h, quando tem início o jogo entre Bahia e Atlético-MG, em Salvador, e que interessa muito ao Grêmio. Se os baianos vencerem e o Grêmio perder, o time gaúcho estará na segunda divisão em 2022. Uma derrota na Arena será a confirmação de uma tragédia anunciada há meses. Mesmo que o Bahia não vença, basta o Athletico-PR somar um ponto contra o Cuiabá, amanhã, em Curitiba, para rebaixar o time de Vagner Mancini.

“Ou mata ou morre, ou ganha ou está fora”, decreta o vice de futebol do Grêmio, Dênis Abrahão. É uma frase simbólica e realista para uma equipe que perdeu 19 vezes (um turno inteiro) e se encontra na zona de rebaixamento desde a segunda rodada. Chances não faltaram ao Grêmio para deixar o grupo dos quatro últimos colocados ao longo da competição, mas todas elas foram desperdiçadas. A incompetência levou o clube a esse quadro dramático.

A novidade para esta noite é o retorno da torcida. O clube e a Arena iniciaram na terça-feira a venda de ingressos com preços promocionais, a partir de R$ 20. Ao contrário de outras oportunidades, não se observa uma mobilização tão grande por parte da torcida. Até o final da tarde de ontem, pouco mais de 2 mil ingressos haviam sido vendidos. Muitos gremistas já “jogaram a toalha”. Apenas a Arquibancada Norte, onde fica a torcida Geral, não estará aberta, já que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) interditou o local.

Dentro de campo, Vagner Mancini tenta reanimar um grupo combalido por tantos insucessos. Na segunda-feira, a direção afastou sete jogadores. Há uma incógnita sobre a forma que os demais atletas vão reagir a tal atitude dos dirigentes. A comissão técnica antecipou a concentração, que se iniciou na terça-feira. Mancini terá os retornos de Lucas Silva e Jhonata Robert, que estavam suspensos. O primeiro retorna à titularidade, enquanto o segundo deve perder a posição para Douglas Costa.

O departamento jurídico, até a noite de ontem, ainda não havia conseguido o efeito suspensivo para o lateral-direito Rafinha. O Grêmio está sem um jogador da posição para o duelo com o São Paulo, já que Vanderson recebeu o terceiro cartão amarelo na derrota para o Bahia. A tendência é que Mateus Sarará seja improvisado no setor.

O São Paulo, que com 45 pontos está praticamente livre do rebaixamento, ainda tentará uma vaga na pré-Libertadores do próximo ano. O técnico Rogério Ceni terá o desfalque do volante Luan. A aposta do treinador para derrotar o Grêmio na Arena é na dupla de atacantes argentino Rigoni e Calleri.

Campeonato Brasileiro – 35ª rodada

Grêmio

Gabriel Grando; Mateus Sarará, Pedro Geromel, Kannemann e Diogo Barbosa; Thiago Santos e Lucas Silva; Douglas Costa (Jhonata Robert), Campaz e Ferreira; e Borja (Diego Souza). Técnico: Vagner Mancini.

São Paulo

Tiago Volpi; Igor Vinicius, Arboleda, Miranda e Reinaldo; Rodrigo Nestor, Gabriel Sara, Igor Gomes e Vitor Bueno (Marquinhos ou Benítez); Emiliano Rigoni e Jonathan Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade e Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF)
VAR: Diogo Carvalho Silva. (RJ)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS).
Data e hora: 02 de dezembro, quinta-feira, às 20h

Correio do Povo

 

Mais em Esportes