DestaquesSaúdeÚtimas Notícias

Atualizada: Dengue no RS: Sobe para 69 o número de óbitos pela doença em 2024 – Espumoso registrou o 18º caso

0
Foto: Arquivo/Divulgação
Compartilhe este post

O Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) confirmou  nesta sexta-feira, 12, mais dois óbitos por dengue no RS. Assim,  subiu para 69 o número de óbitos pela doença em 2024.

As novas vítimas são um homem indígena, de 24 anos, morador de Tenente Portela que morreu no dia 7 de abril. Ele não tinha comorbidade declarada.

O outro óbito confirmado é de um homem, de 75 anos, morador de São Leopoldo. Ele também não tinha comorbidade e morreu em 10 de abril.

São Leopoldo é a cidade gaúcha com maior número de óbitos e chega a 12 mortes por dengue. Novo Hamburgo, com 8, e Tenente Portela, com 6, aparecem na sequência. Santa Rosa, que tem 5 mortes, é a cidade com maior número de notificações pela doença. Espumoso registrou o 18º caso, estando com 5 ativos, mas não ocorreu nenhum óbito.

Na manhã de sexta-feira, o Rio Grande do Sul tinha 107.336 notificações, em 466 municípios considerados infestados. A incidência é de 732,7 casos para cada 100 mil habitantes gaúchos.

Há necessidade de prevenção da doença, com os cuidados já divulgados:

Para prevenir a dengue é importante adotar medidas que evitam a reprodução do mosquito transmissor, como eliminar objetos que acumulem água parada como pneus, garrafas e plantas. Além disso, é importante aplicar larvicidas nos locais que são focos de água parada, sendo importante que essa aplicação seja feita por profissionais capacitados.

É recomendado também usar repelente e roupas mais compridas para evitar a picada.

A dengue é uma doença transmitida pela picada da fêmea do mosquito Aedes Aegypti, que provoca sintomas como dor nas articulações, no corpo, na cabeça, náuseas, febre acima de 39ºC e manchas vermelhas no corpo.

Com informações Secretarias da Saúde do Estado e de Espumoso.

Atualizada às 14h34min.

Mais em Destaques