Conecte-se Conosco

Destaques

Dezenas de Câmaras de Vereadores pedem mais policiais em formação

Publicado

em

 

A preocupação com a falta de policiais militares nas ruas tem feito com que as autoridades de vários municípios do estado se pronunciem sobre a necessidade da formação de novos policiais, para amenizar o grande déficit de PMs que o Rio Grande do Sul enfrenta.

Ao longo dos últimos dias, pelo menos 85 Câmaras de Vereadores de Municípios do Estado votaram ou se pronunciaram a favor de votar Moções de Apoio ao chamamento dos aprovados no concurso da Brigada Militar que ainda aguardam a chamada para o CBFPM(Curso Básico de Formação Policial Militar).

São cerca de 2400 aprovados em todas as etapas do concurso que aguardam para iniciar o curso de formação. A grande preocupação, é pela falta de um cronograma de chamadas do concurso, que ao contrário de outros estados, o Rio Grande do Sul não tem. Os alunos que estão no curso de formação, tem previsão de formatura para o início do mês de agosto, possibilitando assim, uma nova chamada de pelo menos um número igual ao que está em curso, mas que ainda não certa, de acordo com os pronunciamentos do governador Eduardo Leite.
Além da enorme defasagem já existente na Brigada Militar, a ASSTBM (ASSOCIAÇÃO DOS SARGENTOS, SUB- TENENTES E TENENTES DA BM), informou que mais de 2.200 PMs deixarão a Brigada Militar no ano de 2019. Ou seja, a falta que já grande, e será ainda pior, caso o governo continue sem repor o efetivo.

O Efetivo existente na BM é de aproximadamente 15 mil policiais, enquanto o previsto em lei deveria ser de 37.050, o que significa uma defasagem de mais de 53% a menos do que o necessário. Cabe ressaltar que pare deste efetivo existente, ainda atuam nos setores administrativos e rodoviários, o que torna ainda mais necessário a reposição de efetivo para o Policiamento Ostensivo. Com este posicionamento do Governo em não conceder e renovar a permanência no serviço ativo, e não chamar mais policiais aprovados, o déficit deverá aumentar para mais de 60%, diminuindo ainda mais a capacidade do efetivo da Brigada Militar frente ao combate à violência.

Abaixo segue e lista dos municípios que já aprovaram ou estão em processo de aprovação das moções.

  1. Alto Feliz
  2. Alvorada
  3. Ametista do Sul
  4. Arvorezinha
  5. Augusto Pestana
  6. Bagé
  7. Barra do Quaraí
  8. Barra Funda
  9. Boa vista das Missões
  10. Brochier
  11. Cachoeirinha
  12. Camaquã
  13. Campos Borges
  14. Canoas
  15. Capão da Canoa
  16. Carazinho
  17. Caxias do Sul
  18. Charqueadas
  19. Cruz Alta
  20. Dois irmãos
  21. Dom Pedrito
  22. Engenho Velho
  23. Erechim
  24. Ernestina
  25. Espumoso
  26. Esteio
  27. Garruchos
  28. Glorinha (aguardando retorno)
  29. Gravataí
  30. Ibirubá
  31. Igrejinha
  32. Ijuí
  33. Imigrante
  34. Itati
  35. Jaboticaba
  36. Jari
  37. Lajeado do Bugue
  38. Machadinho
  39. Marau
  40. Mata
  41. Miraguai
  42. Mostardas
  43. Não me toque
  44. Nonoai
  45. Nova Palma
  46. Nova Prata
  47. Novo Barreiro
  48. Novo Hamburgo
  49. Palmeira das Missões
  50. Panambi
  51. Passo Fundo
  52. POA
  53. Rio dos Índios
  54. Rio Grande
  55. Roca Sales
  56. Rosário do Sul
  57. Sananduva
  58. Santa Cruz
  59. Santa Rosa
  60. Santa Vitória do Palmar
  61. Santana do Livramento
  62. Santo Antônio da patrulha (aguardando retorno)
  63. Santo Cristo
  64. São Borja
  65. São Gabriel
  66. São José das Missões
  67. São Pedro das Missões
  68. São Pedro do Sul
  69. São Sepé
  70. Serafina Correa
  71. Sinimbu
  72. Sobradinho
  73. Soledade
  74. Tapes
  75. Taquari
  76. Terra de Areia
  77. Tramandaí
  78. Três Forquilhas
  79. Três Palmeiras
  80. Trindade do Sul
  81. Tupanciretã
  82. Uruguaiana
  83. Vale do Sol
  84. Venâncio Aires
  85. Viamão

Propaganda
Clique para comentar
Propaganda