DestaquesEducaçãoGeral

Enem 2021 tem número de inscritos mais baixo dos últimos 14 anos

0
Foto: André Melo Andrade/Myphoto Press/Estadão Conteúdo
Compartilhe este post

 

O interesse em fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está baixo. Encerradas na quarta-feira (14), as inscrições para a edição de 2021 tiveram 4.004.764 candidatos – e o número de participantes pode ser ainda menor, uma vez que a confirmação da candidatura depende do pagamento de uma taxa de R$ 85 até segunda-feira (19). A grande maioria dos interessados (97,5%) se inscreveu na versão impressa da prova.

Mesmo que todos paguem a taxa, a participação no exame será quase 30% menor do que em 2020. Este é o menor número de inscritos no Enem desde 2007, quando 3,6 milhões de pessoas se candidataram ao exame.

O pico de inscrições ocorreu entre 2014 e 2016 e, desde então, a participação tem caído. Em 2020, porém, houve mais candidatos do que nos dois anos anteriores.

A baixa procura pela prova vai ao encontro de levantamento realizado pelo Atlas das Juventudes. Baseado em entrevistas feitas entre janeiro e fevereiro deste ano com mais de 68 mil jovens brasileiros, o estudo aponta que somente um em cada quatro (26%) respondeu que pretendia fazer o exame em 2021 e quase metade (45%) afirmou que não planejava participar.

Na comparação com a pesquisa de 2020, há menos pessoas que responderam que pretendiam ou que não planejavam fazer o Enem, havendo, portanto, mais indecisos sobre a participação.

Além disso, o levantamento já apontava redução de 33% para 25% no número de jovens que estavam conseguindo estudar e aumento de 56% para 74% daqueles preocupados com seu desempenho no Enem 2021.

Como será a prova

As provas do Enem serão aplicadas em 21 e 28 de novembro, tanto a versão digital quanto a impressa. As duas versões também terão a mesma estrutura de avaliação: quatro cadernos de questões e a Redação.

Cada prova terá 45 questões de múltipla escolha, que, no caso do Enem Digital, serão apresentadas na tela do computador. Já a redação será realizada em formato impresso, nos mesmos moldes de aplicação e correção da versão em papel. Os participantes receberão folhas de rascunho nos dois dias.

No primeiro dia, serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, e Ciências Humanas e suas Tecnologias, além da Redação. A aplicação regular terá cinco horas e 30 minutos de duração.

No segundo dia, as provas serão de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, e Matemática e suas Tecnologias. Nesse caso, a aplicação regular terá cinco horas de duração.

Fonte: GZH.

Mais em Destaques