DestaquesReligiãoÚtimas Notícias

Entenda por que parte dos espíritas pede incineração de livros psicografados por Chico Xavier

0
Foto: Divulgação
Compartilhe este post

Um grupo de amigos e estudiosos que conviveram com o médium Chico Xavier garante que uma pesquisa identificou adulterações em 117 livros reeditados pela FEB (Federação Espírita Brasileira) de psicografias dele. Por conta disso, há pedidos para que as obras sejam tiradas das prateleiras ou incineradas.

Entre os pesquisadores e amigos de Chico Xavier que pedem a retirada das obras estão os os médiuns Carlos Baccelli e Sonia Barsante. A avaliação é de que os prejuízos doutrinários com a leitura desses volumes são maiores do que o financeiro.

Alguns defendem a incineração dos livros, como já ocorreu com outra publicação considerada inadequada.

Porém a FEB não cogita descartar os livros. No entanto o grupo considera como ponto chave do debate as mudanças que descaracterizam os textos originais.

A discussão é antiga e veio à tona com o relançamento da coletânea “O Evangelho por Emmanuel”, da FEB, a partir de 2012 e concluída com o sétimo volume, em 2019. Algumas alterações chamaram a atenção do grupo de estudiosos. O levantamento comparou trechos da primeira edição com as impressas pela FEB.

O embate escalonou no início de fevereiro deste ano, quando o ator Fernando Peron publicou um vídeo em resposta a uma postagem do vice-presidente da FEB, chamando de boatos as acusações de adulterações.

“Vocês têm coragem de chamar de boatos todo trabalho sério de pesquisa que foi realizado por várias pessoas espíritas? Existem provas abundantes sobre essas adulterações”, disse o ator.

Isto É

Mais em Destaques