DestaquesGeralPolíciaSaúdeSegurança

Entidades de segurança participam de curso de atendimento pré-hospitalar tático

0
Compartilhe este post

As entidades de segurança pública de Espumoso estiveram reunidas na noite desta quarta-feira, 20, no plenarinho da Casa da Cultura para participar de um curso de atendimento pré-hospitalar de emergência (APH).

Servidores da Brigada Militar, Polícia Civil e Polícia Penal foram orientados pelo enfermeiro Cassiano Rodrigues, Coordenador do SAMU, sobre técnicas de resgate e salvamento para serem utilizadas no dia a dia do serviço.

Para o Tenente Aldair Mendes de Moraes, o curso possibilita uma melhor qualificação dos policiais para o atendimento da comunidade. “O presente curso teve por objetivo auxiliar e complementar conhecimentos para desenvolver trabalho mais qualitativo para sociedade, pois atendimento bem sucedido salva vidas e previne o agravamento no quadro de saúde das vítimas de diversas ocorrências. Um liame de habilidades faz com que a vítima seja amparada e se sinta segura e calma, colaborando para o atendimento e resultados sejam mais positivos, que um dos desígnios desta instituição.” detalhou.

As técnicas apresentadas e os equipamentos utilizados no salvamento, resgate e primeiros atendimento de feridos, podem ser utilizados tanto para o atendimento da população em geral, como de seus próprios colegas em caso de acidentes ou emergência.

A primeira etapa do curso foi de 4 horas e na próxima etapa, com data a ser definida, será realizado um exercício simulado para colocar em prática as instruções passadas.

O enfermeiro Cassiano destacou a importância dessa troca de experiências, visto que estes são os órgãos que diretamente irão auxiliar o SAMU em ocorrências, sejam elas leves ou graves. “A oportunidade de repassar esse conhecimento e saber que ele será aplicado diariamente em situações que podem salvar vidas é a satisfação por completa do nosso objetivo. Aqui estão as instituições que diariamente atendem a população e muitas das vezes chegam primeiro que nós em ocorrências. O fato de eles saberem mais sobre as técnicas e estarem preparados para auxiliar a população e nos ajudar nos atendimentos faz com que as chances de termos mais sucesso em casos graves aumentem muito. Além, é claro, de possibilitar o atendimento entres os colegas em caso de necessidade.” destacou.

Mais em Destaques