DestaquesGeral

Governo prevê salário mínimo de R$ 1.088 para 2021

0
Imagem: Reprodução
Compartilhe este post

O governo federal passou a prever salário mínimo de R$ 1.088 para o ano que vem, um aumento de R$ 43 em relação ao mínimo vigente em 2020.

A previsão está no PLDO, o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias, enviada ao Congresso Nacional nesta terça-feira. O valor do salário mínimo informado na proposta ficou R$21 acima da estimativa de agosto, quando o governo previa um mínimo de R$ 1.067 para o ano que vem.

A estimativa de aumento de 4,1% no salário mínimo foi feita com base nas projeções deste ano do INPC, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor, sem aumento real acima da inflação. Por isso, essa previsão pode sofrer mudanças até o final do ano, quando o índice de inflação de dezembro for oficialmente definido.

O porteiro Luiz Roberto recebe um salário mínimo por mês de remuneração, e não ficou satisfeito com o aumento estimado de quarenta e três reais para o ano que vem.

“Mais uma vez, o aumento do salário mínimo é insignificante para todos nós, trabalhadores de baixa renda. Esse aumento em nada vai melhorar os nossos poderes de compra. É vergonhoso a porcentagem desse aumento, diante das coisas tão caras.”

O aumento no salário mínimo deve trazer um impacto aos cofres públicos da ordem de R$ 7,4 bilhões. O professor de Economia da UnB, Roberto Piscitelli, ressaltou que o alcance do aumento é muito amplo devido à quantidade de trabalhadores que se encontram nessa faixa de rendimento.

“Isso chega a quase 50 milhões, o que representa uma injeção considerável de recursos na economia, embora muito aquém daquilo que seria desejável ou que se poderia considerar como o ideal”.

O projeto de lei orçamentária enviada ao Congresso também estima, para o ano que vem, uma alta de 3,2% no PIB, o Produto Interno Bruto. A meta fiscal para 2021 prevê um déficit primário de R$ 247 bilhões.

A previsão é de que o PLDO seja votado no Congresso Nacional nesta quarta-feira.

*AgenciaBrasil

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Destaques