EsportesGeral

Grêmio vence o Cuiabá e ganha fôlego na luta contra o Z-4 do Brasileirão

0
Compartilhe este post

Foi um jogo truncado, feio. Mas o mais importante para o Grêmio aconteceu. Em mais uma atuação com pouco futebol, o Tricolor fez o suficiente para vencer o Cuiabá por 1 a 0, fora de casa, em jogo atrasado, válido pela 5ª rodada do Brasileirão. Com o resultado, o Tricolor segue na vice-lanterna da competição. No entanto, sobe para 13 pontos, 4 a menos que o próprio Cuiabá, primeiro fora do Z-4.

O único gol do jogo foi marcado no primeiro tempo. Borja, de pênalti, definiu a vitória do Tricolor. O Grêmio volta a campo no no sábado, para enfrentar o Bahia, às 19h. A partida, válida pela 17ª rodada do Brasileirão, acontece na Arena.

Borja marca de pênalti 

Após mais uma atuação ruim da equipe, na derrota para o São Paulo, o técnico Luiz Felipe Scolari promoveu alterações no time. Na esquerda, Rafinha foi o lateral improvisado. O contestado Jean Pyerre também perdeu vaga. Villasanti fez sua estreia entre os volantes, ao lado de Maicon e Thiago Santos. Por conta de lesões dos titulares, a zaga foi formada por Ruan e Rodrigues.

O estreante Villasanti começou bem a partida. Foi o jogador mais combativo no meio, aparecendo para marcar, desarmando e chegando bem à frente. O jogador distribuiu passes e ajudou na recuperação de bolas no sistema defensivo.

A jogada do gol do Grêmio foi construída por Maicon. Ele dominou no meio e enfiou boa bola para Alisson na esquerda. Ele invadiu a área e sofreu a carga nas costas do lateral João Lucas. Depois de muita demora ao olhar o lance no VAR, o árbitro finalmente assinalou o pênalti. Borja, com categoria, bateu no canto esquerdo, deslocando o goleiro Walter e fazendo 1 a 0 para o Tricolor.

Aos 32, o Grêmio teve confirmada uma baixa que se desenhou ainda nos primeiros minutos, quando Maicon sentiu a virilha em lance sozinho. O volante até tentou prosseguir na partida, mas não teve mais condições físicas. O jogador deixou o campo chorando para a entrada de Lucas Silva.

Aos 39, o Grêmio criou a melhor chance para ampliar o marcador. Douglas Costa foi ao fundo pela direita, e cruzou para a área. O centroavante Borja, sozinho, subiu para cabecear à queima roupa. Walter espalmou, fazendo grande defesa, e evitando um prejuízo ainda maior aos donos da casa ao intervalo.

Segundo tempo truncado

Para o segundo tempo, Felipão fez mais uma troca. Colocou o contestado Jean Pyerre no lugar de Lucas Silva, que havia entrado no primeiro tempo, no lugar do lesionado Maicon. O volante teria sentido um desconforto.

A primeira chance de marcar na segunda etapa foi do Cuiabá. Aos 3 minutos, João Lucas foi ao fundo pela direita e cruzou rasteiro. A bola se apresentou livre para Clayson, que bateu para fora. Depois, em nova roubada de bola, os donos da casa chegaram à frente com perigo.

Com o resultado a favor, o Grêmio diminuiu o ritmo da partida. O Tricolor já não conseguia ficar tanto com a bola, e o Cuiabá equilibrou as ações. Especialmente com Pepê, o time da casa deu trabalho à marcação. Villasanti, bem na primeira etapa, caiu, assim como boa parte da equipe.

A partida seguiu muito truncada. O Cuiabá pouco conseguiu produzir, e o Grêmio aceitou a vitória por 1 a 0. No fim, nem as trocas em sequência feitas pelo técnico Jorginho surtiram muito efeito. No fim, ainda houve tempo para Clayson arriscar e mandar uma bola no travessão. Apesar do susto, coube ao Tricolor esperar o apito final para garantir mais uma sofrida vitória no Brasileirão, ganhando fôlego na luta contra o rebaixamento.

Campeonato Brasileiro – jogo atrasado da 5ª rodada

Cuiabá 0
Walter; João Lucas, Marllon, Paulão e Uendel; Auremir (Uilian Corrêa), Rafael Gava (Cabrera), Pepê (Osman) e Clayson; Danilo Gomes (Jonatan Cafu) e Jenison (Elton). Técnico: Jorginho

Grêmio 1 
Chapecó; Vanderson, Ruan, Rodrigues e Rafinha; Maicon (Lucas Silva) (Jean Pyerre), Thiago Santos, Villasanti, Douglas Costa (Leo Pereira) e Alisson (Luiz Fernando); Borja. Técnico: Luiz Felipe Scolari

Gols: Borja (24/1T).
Cartões amarelos: João Lucas (Cuiabá); Vanderson, Ruan, Rafinha, Thiago Santos e Jean Pyerre (Grêmio)
Arbitragem: Leo Simão Holanda (CE)
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)

*Correio do Povo

Mais em Esportes