DestaqueEsporte

Guarany empata com a ATF e se complica na série prata

0
Compartilhe este post

[vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_column_text]

O Clube Atlético Guarany recebeu no último sábado a equipe da Associação Tapejara de Futsal na primeira partida do returno da segunda fase do campeonato estadual da série prata. Depois de perder em Tapejara, o Guarany precisava de uma vitória para manter a tranquilidade e assegurar a classificação.

Em quadra, o jogo começou quente, com discussão antes do início da partida entre jogadores do Guarany e da ATF. Durante a partida foram várias paralisações, por lesões de jogadores como Marcel Simon do Guarany, que teve um corte na cabeça depois de uma disputado com o Esquerda da ATF e por presença de líquidos na quadra.

Logo no início do jogo, na primeira jogada a ATF abriu o placar com Chupim. O Guarany conseguiu o empate com uma grande jogada de Xandy que deixou tudo igual. O índio espumosense chegou a estar melhor na partida, mas em uma bobeira acabou tomando o segundo gol, anotado por Zaparolli.

Na segunda etapa, o Guarany veio disposto a buscar o empate e a virada. Durante a segunda etapa o Guarany perdeu várias chances de marcar, dando destaque para a grande atuação do Goleiro Zaparolli da ATF. O empate veio no final da partida, quando Marcel driblou a marcação e mandou uma bomba pro fundo da rede.

Com o empate, o Guarany precisa vencer as próximas duas partidas para conseguir a classificação para a semifinal da competição. Os próximos jogos serão contra AES em Sobradinho e DC Futsal em Espumoso.

Confusão na saída dos jogadores da ATF

A delegação de Tapejara alega ter sido agredida por torcedores no momento em que deixava o ginásio. De acordo com a nota publicada no Facebook oficial do Clube, os jogadores foram agredidos por torcedores e tiveram de ser escoltados pela BM até o município de Tapera. Ainda de acordo com a nota, o ônibus em que a delegação estava foi apedrejado e teve várias janelas quebradas.

O presidente do Guarany, Henrique Dall’Ago  disse que a direção fez de tudo para proteger a delegação da ATF. “Nós estávamos junto com a delegação da ATF, colocamos nossos seguranças para escolta-los até o ônibus junto com a BM, mas a situação fugiu do controle com relação a meia dúzia de torcedores baderneiros que estavam do lado de fora do ginásio.” Explicou Henrique.

A direção do Guarany disse que irá se manifestar através de uma nota oficial que será publicada ainda hoje.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Mais em Destaque