DestaquesPolíciaSaúdeÚtimas Notícias

Homem é detido por tráfico de cavalos destinados ao abate ilegal para produção de mortadela

0
Foto: reprodução
Compartilhe este post

No último domingo, 18, um indivíduo de 48 anos foi capturado pela força tarefa composta pela IAGRO e pela Polícia Militar, carregando 27 equinos que seriam ilegalmente abatidos e destinados à fabricação de embutidos, como mortadela, em uma fazenda na fronteira. A operação foi o resultado de investigações que começaram após uma fiscalização no dia 4 de fevereiro, quando o suspeito foi interceptado transportando os animais de forma irregular.

O acusado admitiu à polícia que os cavalos, comprados no município de Potirendaba (SP), eram destinados ao Paraguai para serem utilizados na produção de alimentos de origem animal. Os equinos, descritos como debilitados e com feridas, eram transportados em condições inadequadas, violando as normas de bem-estar animal estipuladas pelo Ministério da Agricultura.

Dos cavalos apreendidos, 13 são fêmeas e 14 são machos. O condutor do caminhão confessou às autoridades que pegou a carga na cidade de Potirendaba (SP) e tinha a intenção de entregá-la em um assentamento, onde outra pessoa assumiria o transporte dos animais até o Paraguai para serem abatidos.

De acordo com o suspeito, os cavalos foram adquiridos por R$ 8.100 e seriam revendidos por R$ 21,6 mil. A Polícia Civil estima que o homem realizava, em média, quatro viagens até o assentamento por mês.

A prisão do indivíduo sublinha a gravidade do tráfico de animais para o abate ilegal e a produção de alimentos sem o devido registro no Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), destacando os riscos que tal prática ilegal representa para a saúde pública.

A Voz das Cidades/Dol.com.br

Mais em Destaques