DestaquesGeralRegiãoSaúde

Indígena de oito anos é a primeira criança a ser vacinada no Brasil contra a covid-19

0
Aloisio Mauricio / FotoArena/Estadão Conteúdo
Compartilhe este post
Ana Lanches

Em ato simbólico organizado pelo governo deSão Paulo para marcar o início da vacinação infantil, o indígena Davi Seremramiwe Xavante, de oito anos, foi a primeira criança a ser vacinada contra a covid-19 no Brasil. A imunização ocorreu por volta das 12h desta sexta-feira (14). Oficialmente, a campanha para a faixa etária de cinco a 11 anos começa no Estado paulista na próxima segunda-feira (17). No Rio Grande do Sul, o início está previsto para quarta-feira (19).

Davi faz parte dos grupos prioritários para a vacinação neste momento. Além dos indígenas, quilombolas, crianças com doenças crônicas e com deficiência permanente estão na lista inicial para recebimento das doses pediátricas da Pfizer.

A expectativa do Estado é vacinar as 4,3 milhões de crianças com imunizante pediátrico no período de três semanas. A capacidade da vacinação infantil em São Paulo é de cerca de 250 mil crianças por dia. Há 5,2 mil locais de vacinação disponíveis, número que deverá ser ampliado com postos volantes em escolas da rede estadual.

Para organizar a fila de vacinação, o governo de São Paulo abriu um pré-cadastro que pode ser feito pelo site Vacina Já. Em apenas 24 horas, após a liberação da plataforma, na quarta-feira, mais de 230 mil crianças já haviam sido cadastradas, uma média de 160 registros por minuto.

As primeiras doses destinadas ao público desembarcaram no Brasil na madrugada desta quinta-feira (13) e são distribuídas aos Estados ao longo desta sexta-feira (14). O Rio Grande do Sul receberá 59 mil unidades neste primeiro lote.


Aloisio Mauricio / FotoArena/Estadão Conteúdo

Fonte: GZH.

Mais em Destaques