BusinessGeralNegócios

Menina brasileira de 11 anos cria fábrica de chocolate com cacau produzido pela família

0
Foto: Reprodução/Globo Repórter
Compartilhe este post
Colhendo, literalmente, os frutos que plantou. A menina Júlia, de 11 anos, transformou a plantação de cacau da família em uma grande fábrica de chocolate.
A história da baiana começou quando ela tinha apenas 7 anos. Júlia representa a quarta geração de cacauicultores e herdou a paixão pelo fruto logo cedo.
Depois de experimentar o chocolate que os clientes do pai faziam, ela teve uma ideia: “pai, por que a gente não pode também fazer chocolate com ele”?, indagou. O que era brincadeira, virou um negócio e a garotinha tem hoje sua “fantástica fábrica de chocolate da Júlia”.
Lucas Arléo e Julianna Alves Torres, são os produtores do cacau e pais de Júlia.
A família vivia da plantação do fruto, até que a filha mudou os rumos do negócio.
Quando os produtos de chocolate da região, de Ilhéus, compravam o cacau da família para produzir chocolate, Júlia também quis fazer o mesmo. Assim que sugeriu para os pais, a família logo topou!
Na época, Júlia tinha 7 anos e a idade não a impediu de montar um plano para os negócios.
“E aí ela já veio com um plano de trabalho escrito por ela. Lógico que para uma criança de 7 anos”, contou a mãe.
Aos 8 anos, ela não tinha tirado a ideia da cabeça. Como presente de aniversário, pediu logo uma máquina de fazer chocolate.
“A gente começou a brincar e fazer chocolate na cozinha da nossa casa”, disse a menina. A brincadeira foi evoluindo e os chocolates feitos por Júlia se tornaram um novo ramo do negócio da família. Aos poucos, a família foi expandindo o maquinário e a produção não parou mais.
Três anos depois da primeira máquina, foi preciso comprar mais equipamentos e se estruturar.
Para o pai da menina, a ideia de Júlia foi uma virada nos negócios da família: “É sem dúvida uma virada de página. É uma outra visão do negócio com o cacau. Então a gente deixa de ser somente produtor da matéria-prima e passa a vender também um produto acabado, que é o chocolate”, afirmou.
Fonte: Só Notícia Boa

Mais em Business