AgriculturaGeral

Mesmo com queda no custo de produção, produtor do RS perde rentabilidade

0
Compartilhe este post

Segundo a Farsul, o custo ficou abaixo da inflação, mas os preços dos alimentos também estão aquém do registrado no ano passado

O Índice de Inflação dos Preços Recebidos pelos Produtores Rurais (IIPR) do Rio Grande do Sul subiu 6,8% em junho. De acordo com a Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul), que faz o levantamento, a guerra comercial entre Estados e China e a peste suína no país asiático influenciaram diretamente nos preços da soja e suínos. Segundo a entidade, esta foi a maior valorização do indicador nos últimos três anos. 

Já o Índice de Inflação dos Custos de Produção (IICP) aos produtores gaúchos registrou queda de 0,17% no mesmo período. A queda foi influenciada pelo dólar, que caiu 3,3%.

“O resultado vem após três meses consecutivos de alta e é a primeira vez que fica abaixo do IPCA (inflação) nos últimos 12 meses. Apesar do resultado do último mês, o saldo final é uma queda na rentabilidade dos produtores rurais”, disse a entidade em comunicado.

A economista do Sistema Farsul, Danielle Guimarães, explica que o resultado é a soma de dois cenários. “Temos o custo abaixo da inflação, mas os preços também estão abaixo do que nas gôndolas dos supermercados, bem diferente do ano passado. Isso é o que gera a redução de rentabilidade”, comenta. 

No primeiro semestre de 2019, o índice do custo de produção teve uma queda de 1,05%, enquanto a inflação aumentou 2,23%. Já o índice de preços recebidos pelos produtores acumulou alta de 0,23% de janeiro a junho, contra 2,89% da inflação dos alimentos.

Fonte: UOL

Mais em Agricultura