CidadeDestaquesGeralÚtimas Notícias

Moradores dos bairros Arroio, São Valentim, Habitar Brasil e Parisotto de Espumoso aguardam há anos solução para cobrança de taxa de esgoto

0
Compartilhe este post

Taxa de Esgoto: o que é?

Como o próprio nome já diz, essa taxa é cobrada pelo esgoto de cada residência ou comércio.

Toda a água que usamos, lavando louça, tomando banho, do vaso sanitário e demais coisas, são despejadas. Porém essa água não retorna para a natureza sem um devido tratamento.

Então diferente do que muitos pensam, a taxa de esgoto não é cobrada só por causa do escoamento, mas também pelo tratamento que essa água passa. Ao pesquisar sobre valores, nenhuma resolução disponível no site da empresa mostra com clareza quanto deve ser cobrado da população. Apenas em uma linha, a resolução fala de indústrias, cujo valor de taxa é de 70% do valor da água utilizada. Resolução Normativa nº 35/2016 (publicada no Diário Oficial do Estado em 11 de novembro de 2016).

Porém, no município de Espumoso, a taxa é cobrada apenas de alguns bairros (Arroio, São Valentim, Habitar Brasil e Parisotto). Os valores cobrados nesse caso, são para manter a subestação de tratamento que fica localizada nos fundos da Habitar Brasil.

A situação vem se agravando tanto com os aumentos, que a comunidade está revoltada com os altos valores cobrados nas contas.

A conta da Isabel Cristina Chaves, moradora do Bairro Arroio, veio com o valor de R$ 685,22, sendo que R$ 211,85 são de taxa de esgoto.
Isabel lamenta os altos valores e comenta que a situação complica até na hora da compra de suprimentos. “Nem rancho no supermercado consigo fazer para o mês, porque sou assalariada e os valores são altos. Ou compramos tudo oque precisamos no mercado, ou ficamos sem água.”

Já Letícia Maciel diz que a conta na sua residência veio no valor de R$ 500,00, “enquanto no centro, as residências não pagam mais que R$100, R$150,00”.

Cloves Oliveira da Silva lamenta o descaso com os pagamentos altos das taxas. “Nosso povo guerreiro dos bairros só são lembrados em época de eleição, e daí tem carreata com pessoas que prometem e depois nem sequer aparecem mais para falar sobre o assunto. Até quando vai continuar acontecendo esse roubo escancarado do nosso povo?”

O prefeito Douglas Fontana anunciou em 2023 que estava em tratativas para isentar a população dessa taxa, através de negociações com a Corsan/Agea.

Nossa reportagem falou hoje com ele, que afirmou que: “Há anos estou trabalhando nesse processo, que é difícil, mas confirmo que até março, mais tardar abril, vai ser isentado todo esgoto, para todos esses bairros, para todas as unidades de consumo”.

O Prefeito mais uma vez prometeu que em meses o assunto será resolvido. “Essa é minha palavra! É um sonho que a gente consiga atender o pedido da comunidade. Sei que o povo sofre, e merece essa atenção, que muitos tentaram, mas não conseguiram. Isso não é uma crítica, mas mostra que é um processo difícil, e se Deus quiser vamos comemorar juntos essa vitória, até março, abril”.

Procurada, através da Gerente do escritório de Espumoso Ana Gatto, a Corsan/Agea não se manifestou até o fechamento desta reportagem, mas continua com o espaço disponível para sua explanação sobre o assunto.

Mais em Cidade