DestaquesPolíciaÚtimas Notícias

Morre mulher que foi queimada por ex-marido em estação de trem

0
Foto: arquivo pessoal
Compartilhe este post

A mulher que foi queimada ex-marido em uma estação de trem, morreu nesta quarta-feira (10). Michelle Pinto da Silva, de 39 anos, teve 90% do corpo queimado e estava internada em estado gravíssimo no Hospital Municipal Pedro II, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Segundo testemunhas, ela foi atacada pelo ex-marido em Senador Vasconcelos, também na mesma região, na última segunda-feira (8). Em imagens registradas por passageiros, é possível ver o homem jogar gasolina na vítima e, em seguida, atear fogo.

O principal suspeito do crime é Edmilson Félix do Nascimento, de 44 anos, com quem Michele foi casada por oito anos. Em fevereiro, ela teria decidido se separar e até procurou a polícia para registrar ocorrência contra Edmilson, que a teria agredido, ameaçado e quebrado móveis da casa dela por ciúmes.

Após a denúncia, Michele conseguiu na Justiça uma medida protetiva de urgência contra o agressor, que também é pai de sua filha caçula.

A assistência jurídica, contudo, não foi suficiente para proteger Michele. Na última segunda-feira, enquanto aguardava um trem na estação Augusto Vasconcelos, ela foi atacada por Edmilson, que a incendiou e fugiu pelos trilhos. A mulher foi socorrida e levada para um hospital, onde chegou com 90% do corpo queimado.

À irmã, Edmilson teria dito que vozes na cabeça dele o instigavam a matar Michele. No dia do crime, ele mandou mensagem para ela avisando que havia tomado veneno e iria cometer suicídio.

A Polícia Civil informou que Edmilson se jogou da Ponte Rio-Niterói logo após o crime e morreu.

Com informações R7, G1 e Metrópoles

Mais em Destaques