PolíciaPolítica

MP investiga fraude em licitação de Jacuizinho e outras 5 cidades gaúchas

0
Compartilhe este post

[vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_column_text]Uma operação contra fraude a licitações de concursos públicos foi deflagrada na manhã desta terça-feira em seis cidades do Rio Grande do Sul. Na ofensiva, chamada de Cobertura, o Ministério Público tem o objetivo de cumprir seis mandados de prisão e 19 de busca e apreensão em Bento Gonçalves, Estância Velha, Jacuizinho, Novo Hamburgo, Porto Alegre e São Leopoldo. Pelo menos 40 certames, a maioria na modalidade carta-convite, estão sob suspeita.

O coordenador da operação, promotor de Justiça Especializada Criminal Mauro Rockenbach, afirmou que a quadrilha é composta por sócios de sete empresas. Eles são suspeitos de fraudar o caráter competitivo de licitações desde 2010. Há também indícios de lavagem de dinheiro.

Em 2014, a promotora de Justiça Vanessa Casarin Schutz percebeu indícios de ocorrência de fraude em certames de Jacuizinho e no município de Passa-Sete. Com a ampliação das investigações, as sete empresas suspeitas de participar do crime foram identificadas.

A fraude ocorria quando uma empresa candidatava-se para participar da licitação por carta-convite, uma empresa indicava as demais para participarem da licitação, com combinação prévia para que dessem valores que cobrissem o custo da pré-determinada como vencedora.

Em Bento Gonçalves, um mandado será cumprido na prefeitura. Em Jacuizinho, os mandados de busca e apreensão devem ser feitos na prefeitura, secretarias municipais e em residências, uma delas seria a casa do prefeito. Nas demais cidades, Porto Alegre, Novo Hamburgo e São Leopoldo, os alvos são empresas e casas de suspeitos.

Fonte: Correio do Povo[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Mais em Polícia