DestaquesEstadoGeralMormaço

Município de Mormaço decreta situação de emergência após intensas chuvas

0
Compartilhe este post

O prefeito de Mormaço, Rodrigo Trindade, emitiu o Decreto Nº 056/2023 no dia 25 de outubro de 2023, declarando situação de emergência no município devido às grandes quantidades de chuvas que assolaram a região nos últimos dias.

O decreto destaca que Mormaço foi atingido por chuvas ininterruptas e intensas, totalizando um acumulado de aproximadamente 800 milímetros durante os meses de setembro e outubro. Essas condições adversas resultaram em prejuízos expressivos, principalmente no sistema viário, afetando estradas municipais, bueiros, pontilhões e obras públicas de pavimentação que estavam em andamento.

Além dos danos materiais, houve impactos em sistemas de abastecimento de água, com rompimentos de redes de distribuição e danos em equipamentos como bombas de poços artesianos. A falta de energia elétrica por mais de 6 horas ininterruptas e danos na iluminação pública também foram registrados.

A situação teve um efeito devastador na economia do município, fortemente baseada no setor agropecuário. O acesso às propriedades rurais foi dificultado, afetando o fluxo de veículos pesados nas estradas municipais, essenciais para o recolhimento de leite e transporte de insumos.

A agricultura, especialmente as culturas de inverno, como trigo, canola, aveia e cevada, sofreu graves prejuízos, com áreas que não puderam ser colhidas devido à debulha natural dos grãos. Estima-se uma perda de cerca de 50% na produção desses cultivos.

Além disso, o setor pecuário, em particular a bacia leiteira, enfrentou desafios devido a problemas nas pastagens e no recolhimento do leite, devido às dificuldades de acesso às propriedades rurais.

O decreto ressalta ainda danos ambientais, como erosões em áreas rurais e perda de nutrientes e solo, impactando a produtividade futura das culturas.

Diante desses impactos, o Poder Público Municipal mobilizou todos os recursos disponíveis para amenizar os prejuízos, porém, diante da extensão dos danos, a declaração de situação de emergência se tornou essencial para a busca de auxílio e recuperação do município.

O decreto tem validade inicial de 90 dias, podendo ser prorrogado por até 180 dias, se necessário, visando a recuperação e reconstrução das áreas afetadas.

Fonte: Rádio Cristal Soledade

Mais em Destaques