DestaquesGeralPolíciaRegião

OPERAÇÃO COMPOSTAGEM III: MPRS CUMPRE MANDADOS DE PRISÃO PREVENTIVA E DE BUSCA E APREENSÃO EM TAPERA, SOLEDADE E VENÂNCIO AIRES

0
Compartilhe este post

O Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS), por meio da Procuradoria da Função Penal Originária (PFPO), cumpriu, nesta quinta-feira, 21 de dezembro, quatro mandados de prisão preventiva e de busca e apreensão nas cidades de Tapera, Soledade e Venâncio Aires. Os mandos foram cumpridos nas residências de um empresário e outros dois investigados, bem como na Penitenciária de Venâncio Aires (onde está recolhido o quarto investigado), em razão de indícios de envolvimento dos suspeitos na prática de crime de incêndio doloso em veículo automotor, além de grave ameaça (mediante disparos de arma de fogo) contra concorrente atuante no ramo de serviços de limpeza pública.

 

Na Operação Compostagem III, investigação que é um desdobramento das averiguações iniciadas em Tapera, no ano de 2022, apura-se a ocorrência de crime licitatório (afastamento violento de licitante), além de incêndio doloso e lavagem de capitais, envolvendo empresário que fornece serviços de limpeza pública a municípios da região do Alto Jacuí.

 

As investigações são conduzidas pelo promotor de Justiça Heitor Stolf Júnior, sob a coordenação do procurador de Justiça Fábio Costa Pereira, coordenador da Procuradoria da Função Penal Originária. Participaram, ainda, o promotor de Justiça Rogério Caldas, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) da Região Sul do Estado, servidores e policiais adidos do Ministério Público, bem como integrantes do 3º Batalhão de Polícia de Choque da Brigada Militar. A operação também contou com o apoio da Polícia Civil, da Polícia Penal, Polícia Rodoviária Federal e da Brigada Militar de Canguçu.

Mais em Destaques