GeralPolíciaRegião

Polícia Civil de Espumoso está próxima de solucionar o duplo homicídio em Campos Borges

0
Compartilhe este post

A polícia Civil de Espumoso está trabalhando de forma muito agressiva a fim de solucionar o crime que chocou a comunidade regional no último domingo,08. De acordo com as informações do Delegado Marcos Vinicius Muniz Veloso, a polícia está empenhada em desvendar o crime e prender os atores. “Nós estamos trabalhando intensamente neste caso desde que fomos acionados. É um crime que choca pela maneira brutal como foi executado e nos deixa na incumbência de buscar informação para descobrir como e porque o crime aconteceu, assim como prender os responsáveis pelo mesmo.” Explicou Marcos.

A Polícia está trabalhando com a possibilidade de Latrocínio, já que os pertences das vítimas foram levados pelos autores do crime. De acordo com o delegado, dois envolvidos já foram ouvidos, e um deles alegou que também foi vítima de disparos. “Um dos envolvidos que foi detido ainda no domingo, alegou que também foi alvo de disparos, e que ficou escondido no mato durante a madrugada e quando amanheceu pediu auxílio e solicitou a chegada da BM.” Disse Veloso.

O outro jovem envolvido, um menor de 17 anos foi ouvido no final da tarde da segunda-feira, 09, quando se apresentou na delegacia de Espumoso. O delegado não revelou informações sobre o depoimento do jovem, mas disse que ele negou o envolvimento nas mortes.

Durante esta terça-feira, 10, a Polícia Civil deve ouvir novas testemunhas e chegar muito próximo de desvendar o crime.

O crime de latrocínio, previsto no artigo 157, parágrafo § 3º, do Código Penal Brasileiro prevê que subtrair coisa móvel alheia, para si ou para outrem, mediante grave ameaça ou violência a pessoa, ou depois de havê-la, por qualquer meio, reduzido à impossibilidade de resistência e se a violência resulta morte, a reclusão é de quinze a trinta anos, sem prejuízo da multa.

O crime ocorrido no domingo, 08, em Campos Borges, resultou na morte dos primos Cesar Marchioretto e Jones Marchioretto, ambos erma moradores de Alto Alegre.

Mais em Geral