GeralPolíciaRegião

Polícia Civil desencadeia operação contra o golpe dos nudes na Região

0
Compartilhe este post
Ana Lanches

Operação da POLÍCIA CIVIL, coordenada pela DP SERTÃO, sob o comando do Delegado Regional Adroaldo Schenkel (que também responde pela DP Sertão), com apoio de todas as Delegacias de 6ª Região Policial/Passo Fundo e Delegacia Regional de Erechim, comandada pela Delegada Diana Zanatta, visando combater organização criminosa atuante em crimes de EXTORSÃO no chamado GOLPE DO NUDES ou SEXTORSÃO.

Síntese do crime: Vítimas são escolhidas (neste caso) e procuradas por meio de redes sociais por pessoas se passando por mulheres bonitas, passam a trocar mensagens e fotos (algumas de caráter sensual ou sexual). A partir disso as vítimas passam a ser extorquidas, com alegações de que as supostas mulheres eram adolescentes, e, mediante ameaças de divulgação das fotos íntimas e falsos registros policiais (fotos de Policiais e carteiras funcionais falsificadas), ameaças de prisão (aqui falsificações até de supostos mandados de prisão), para ceder às exigências, depositando altos valores em contas dos envolvidos. As exigências de valores não param, vão aumentando e sendo sequenciais. Num dos casos aqui investigados, a vítima declarou que de tão pressionada e sem mais condições de pagar as novas exigências de valores, pensava até em cometer suicídio, quando foi procurada pela Polícia Civil, informando o esquema criminoso.

Na operação hoje, participam 122 Policiais Civis de todas as Delegacias das Regiões Policiais de Passo Fundo e Erechim, com 41 viaturas em ação desde as 5h da manhã em especial nos municípios de Getúlio Vargas e Erechim. A reunião inicial ocorreu em Erechim e de lá as equipes Policiais partiram para as diligências.

Cumpridos até o momento:

– 22 Mandados de Busca
– 10 Mandados de Prisão já cumpridos
– 20 Quebras de Sigilo Bancário

A investigação iniciou em agosto/21 com uma vítima de Sertão procurando a Delegacia, após ser extorquida em 110.000,00.

Até o momento identificadas apenas 5 vítimas, 4 desta Região, que foram extorquidas (pagaram) no total cerca de 600.000,00 aos criminosos.

Com as buscas e quebras de sigilo bancário, outras vítimas e muitos outros criminosos envolvidos com a quadrilha podem ser identificados.

Chama a atenção, segundo o Delegado Schenkel, os valores expressivos exigidos das vítimas, além de aparentemente não serem escolhidas aleatoriamente, mas indicadas pelos criminosos, já que 4 das 5 já identificadas são da própria Região. Apenas uma das vítimas foi obrigada a depositar 274 mil reais para o grupo investigado, sob ameaças de prisão por falsos Policiais.

A Polícia Civil informa ainda que vários dos investigados tem passagens prisionais ou tem familiares presos especialmente vinculados aos Presídios de Getúlio Vargas e Erechim, podendo as ações criminosas estar sendo comandadas de dentro das cadeias e alimentar o crime organizado (facções, compra armas e drogas, etc…). A investigação vai agora trabalhar na identificação das lideranças, extensão dos crimes e criminosos envolvidos.

A recomendação da Polícia Civil é sempre que for vítima de qualquer espécie de crime, notadamente chantagem ou extorsão, procure a Delegacia mais próxima e relate os fatos. Policial nenhum liga ou manda mensagens para solicitar valores ou negociar registros de ocorrência ou ameaças de prisão.

*Radio Uirapuru

Mais em Geral