DestaquesEstadoPolícia

Polícia Federal desencadeia segunda fase da Operação Menés na terra indígena Cacique Doble

0
Compartilhe este post

Nesta terça-feira (31), a Polícia Federal lançou a segunda fase da Operação Menés, com o objetivo de restabelecer a ordem pública e investigar os sucessivos crimes graves que têm assolado a Terra Indígena (TI) Cacique Doble, localizada na região norte do Rio Grande do Sul. A ação mobilizou 160 policiais federais, em conjunto com 90 membros da Brigada Militar, Comando Rodoviário e Corpo de Bombeiros Militares. Ao todo, foram cumpridos 44 mandados de busca e apreensão, além de 14 mandados de prisão preventiva, tanto na reserva quanto na cidade de Cacique Doble, e na TI Monte Caseiros, situada no município de Caseiros.

A série de conflitos na reserva indígena teve início em agosto do ano passado, quando quatro indígenas foram alvo de tentativas de homicídio por disparos de armas de fogo. Durante as investigações conduzidas pela Polícia Federal, três membros da liderança da reserva foram detidos preventivamente e permanecem sob custódia. No entanto, mesmo após essas prisões, os atos criminosos continuaram a ocorrer, envolvendo tentativas de homicídio, lesões corporais, danos, porte ilegal de arma de fogo, ameaças e indícios de formação de milícias privadas, impulsionados pela rivalidade entre grupos.

Para lidar com essa situação, agentes da Força Nacional de Segurança Pública foram mobilizados para reforçar a vigilância ostensiva na região, com o apoio da Brigada Militar. Apesar das medidas adotadas, a escola indígena e o posto de saúde indígena foram temporariamente fechados pela Coordenadoria Regional de Educação, devido à possibilidade iminente de novos confrontos armados.

A Operação Menés foi desencadeada como uma resposta do Estado para proteger a vida e pacificar a comunidade indígena, que tem sido alvo da violência gerada pelos grupos em disputa pelo poder na reserva. O nome da operação faz alusão a Menés, considerado o primeiro faraó e responsável pela unificação dos reinos do Vale do Rio Nilo – Alto Egito e Baixo Egito – por volta de 3200 a.C.

Fonte: Rádio Planalto FM/Passo Fundo

Mais em Destaques