DestaquesGeralSaúdeÚtimas Notícias

Polícia investiga morte da cantora Dani Li após lipoaspiração em clínica do Paraná

0
Compartilhe este post

A Polícia Civil do Paraná está investigando as circunstâncias da morte da cantora Maria Danielle Fonseca Machado, conhecida como Dani Li.

A artista morreu na quarta-feira (24) após passar por uma cirurgia de lipoaspiração no abdômen e nas costas e mastopexia – procedimento de elevação das mamas – na clínica Fundação Hospitalar Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, com a cirurgiã plástica Luciana de Freitas Santos e o anestesista Nelson Lambach.

A delegada Géssica Feitosa Moraes de Andrade, responsável pelo caso, afirmou que a morte aconteceu após uma intercorrência durante o procedimento.

A polícia investiga ainda se houve demora para a transferência de Dani Li para o hospital após a complicação.

Até segunda-feira (29), a polícia ouviu uma pessoa próxima à cantora e teve acesso aos prontuários médicos da paciente.

O g1 tenta contato com a cirurgiã plástica Luciana de Freitas Santos, com o anestesista Nelson Lambach e com a Fundação Hospitalar Pinhais, porém, até a última atualização desta reportagem, não obteve resposta.

A advogada Evelim Paes, que representa a família de Dani Li, afirmou que acompanha as investigações das autoridades. Paes afirmou também que denunciou a médica ao Conselho Regional de Medicina (CRM).

O CRM afirmou que irá instaurar um procedimento sindicante para apurar a denúncia de possível desvio ético cometido pela médica.

Cantora ficou internada em UTI

De acordo com Paes, a cantora fez o procedimento na tarde de sexta-feira (19).

No mesmo dia, ela foi encaminhada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital Universitário Evangélico Mackenzie, em Curitiba.

No local, a artista ficou internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) até quarta-feira, onde faleceu.

Por meio de nota, o hospital afirmou que se solidariza com a família nesse momento de dor.

Quem era Dani Li

Advogados da família da cantora Dani Li buscam esclarecimentos sobre morte da artista — Foto: Internet/divulgação

Natural de Afuá, no Pará, Dani Li ficou conhecida após o hit “Eu sou da Amazônia”, no qual destacava as belezas do Norte brasileiro ao som do estilo brega.

Dani Li começou a cantar aos 5 anos, participando de shows de calouros na cidade natal, onde viveu toda a infância. Ainda criança, junto com o pai, começou a tocar em aniversários e festas da família.

Aos 17 anos, ela mudou-se para Macapá, onde formou o grupo musical conhecido como “Banda Sensação”, do estilo brega.

Em 2008, Dani conheceu o poeta amapaense Osmar Júnior, que lhe presenteou com a música “Eu sou da Amazônia”.

Fonte: G1

Mais em Destaques