DestaquesPolícia

Polícia prende suspeita de envenenamento com brigadeirão

0
Foto: Arquivo Pessoal
Compartilhe este post

A polícia prendeu na noite desta terça-feira (4) a psicóloga Júlia Cathermol Andrade Pimenta, suspeita de ter matado o próprio namorado com um brigadeirão envenenado com morfina. A informação foi confirmada por fontes da Polícia Civil.

Júlia se entregou à polícia no bairro de Santa Teresa, depois de um acordo feito entre o delegado, a advogada dela e a família.

Assim que foi localizada pelos investigadores, Júlia Rossi foi encaminhada para a 25ª delegacia de polícia do Rio de Janeiro, no Engenho Novo. Ela deve responder pelo crime de homicídio doloso, com eventuais agravantes.

O inquérito aponta ainda para a participação da cigana Suyany Breschak, que já tinha sido presa na última quarta-feira (29). O papel de Suyany ainda será esclarecido. Ela pode ser enquadrada como mentora do homicídio, coautora ou cúmplice, o que muda o crime e a pena.

Luiz Marcelo Antônio Ormond foi encontrado morto em seu próprio apartamento, na zona Norte do Rio de Janeiro, no fim de maio. O corpo estava em estágio avançado de decomposição, o que dificultou a perícia que ainda não foi concluída.

CNN

Mais em Destaques