DestaquesGeral

Prefeito anuncia instalação de duas empresas e mais de 300 vagas de emprego

0
Compartilhe este post
Ana Lanches

Duas empresas e mais de 300 postos de trabalhoEstá tudo encaminhado para Espumoso receber a instalação de duas fábricas: uma do setor de embalagens plásticas proporcionará entre 250 e 300 postos de trabalho e outra empresa do ramo metalúrgico- setor agrícola, que gerará 50 empregos. A confirmação é do Prefeito Municipal Douglas Fontana. “Desde fevereiro estamos trabalhando com projeto de atrair empresas. Nossa preocupação é estimular a economia e atender o déficit de emprego, além de gerar divisas para o município”, comenta o prefeito.

A notícia é de extrema relevância para a cidade. O prefeito acredita que após isso se concretizar na prática, será uma nova era para Espumoso. “Desde criança escuto que precisamos de uma indústria e assim quando iniciei o mandato já comecei a vasculhar oportunidades para atrair à cidade algum investidor. Depois de muito trabalho, planejamento e reuniões, temos esse resultado positivo que será um marco para o município”.

Empresa consolidada no Brasil gerará até 300 postos de trabalho
“Já havíamos visitado a fábrica em Porto Alegre em comitiva e disputamos com outros 20 municípios e agora já temos todo processo encaminhado e o compromisso firmado com o proprietário”, comemora Fontana ao anunciar o encaminhamento da fábrica do setor de embalagens plásticas- sacarias como bags. A empresa familiar já consolidada no mercado, comercializa em todo Brasil, com um faturamento de cerca de R$ 50 milhões anuais.
Para a instalação da empresa o município cederá uma área. Terá que adquirir um terreno de 4 hectares, motivo pelo qual o prefeito pede a proprietários de áreas próximas à cidade que possam fazer cartas de ofertas para análise, já que será necessária boa infraestrutura para o empreendimento. Também serão negociadas isenções tributárias.
Com atividade 24 horas, a fábrica vai oferecer entre 250 e 300 postos de trabalho. A instalação da empresa exigirá um investimento de R$ 6 milhões. A prioridade será empregar pessoas que residam em Espumoso. “Temos desempregados e pessoas daqui que estão trabalhando fora e que assim terão oportunidade de uma atividade local”, observou o prefeito.

Fábrica de implementos agrícolas gerará 50 empregos
A outra empresa que se instalará- essa nos próximos meses, é do setor metal-mecânico, que produz implementos agrícolas. Para esse empreendimento, o município entrará com pequeno subsídio para consolidar a atividade no prédio que era da empresa Marchioretto & Cia, na área industrial. Nos primeiros três meses serão 10 empregos, em seis meses 30 e em um ano geração de 50 postos de trabalho. Com o passar do tempo essa empresa também vai construir sua unidade própria.

Estímulo à economia local
Além de serem empresas que não concorrerão com ninguém no município, os negócios estimularão em muito a economia local. “A renda vai ser gerada para pessoas e município, tudo contará para movimentar a economia”, lembra Fontana que comemora muito os empreendimentos até pelo momento de dificuldades da economia. “Nessa época conseguir investimentos destas proporções é inédito. Realizaremos um sonho espumosense e uma das grandes metas do governo, pois desde o primeiro dia na chefia do Executivo corremos para buscar o melhor para o nosso Espumoso e assim será”.

Valorização do comércio local sempre será prioridade
Embora anunciando parceria para os investimentos de fora, o prefeito Douglas Fontana lembra que seu governo tem como meta estimular os empreendedores locais. “Temos essas situações pontuais, mas não esquecemos os empresários locais. Por isso temos várias ações que oportunizam o crescimento de todos. Ele frisa o projeto do Berçário Empresarial e cursos de qualificação de mão-de-obra, por exemplo.

Berçário empresarial- Resta apenas o projeto da energia elétrica pela RGE para individualizar a energia aos espaços empresariais que utilizarão o prédio da antiga fábrica de calçados na área industrial. A partir dessa liberação, os empresários poderão se instalar e assim concretizar o projeto do município para ocupar a estrutura e dar condições para empreendimentos crescerem.

Fábrica de botas- Já opera em sala que estava abandonada na Estação Rodoviária, uma fábrica de botas. O empreendimento foi possível com a cedência do espaço pelo município que assim estimula mais um negócio.

Setor moveleiro- Um curso específico para a área está sendo organizado pelo município. Profissional do setor vai ser instrutor para ampliar horizontes aos empreendedores moveleiros.

Capacitação- Cursos de eletrônica básica e AutoCAD estão em andamento para qualificar pessoas do setor. Parceria com o Instituto de Educação de Ibirubá realiza aulas teóricas no Centro Cultural em Espumoso e práticas em Ibirubá.

Mais em Destaques