DestaquesÚtimas Notícias

Prefeitura usa sacos de areia e cimento para fechar comporta do sistema anticheias em Porto Alegre

0
Foto: GZH
Compartilhe este post

A prefeitura de Porto Alegre começou, nesta sexta-feira (24), a fechar as comportas do sistema anticheias da cidade com o objetivo de impedir que a água do Guaíba volte a invadir o perímetro urbano.

O nível do lago está em 4,05 metros, conforme a última marcação desta sexta, às 13h15, pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) — a cota de inundação é de 3 metros. Com a previsão de chuva, há receio de que haja novas inundações.

O trabalho começou pela comporta 3, que teve o portão arrancado após ter emperrado quando foi aberto quando o objetivo era jogar a volta de dentro do município para o GuaíbaSem a opção de recolocá-lo, a alternativa encontrada pelo Departamento Municipal de Água e Esgotos (DMAE) foi usar sacos de areia misturada com cimento para tentar barrar a água.

A comporta fica localizada no muro da Mauá, no bairro Centro Histórico. Serão usados 50 sacos, com peso total que varia entre 800 kg e 1 tonelada, dispostos em três fileiras no chão e outra acima dessas.

O professor Fernando Dornelles, do Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), avalia que arrancar a comporta não foi o mais indicado porque, agora, ela não pode ser recolocada.

“Como a medida já foi tomada, agora será preciso torcer para a combinação de areia e cimento cumpra essa função”, diz.
Na quinta-feira (23), o prefeito Sebastião Melo anunciou o fechamento de cinco comportas que foram abertas ou romperam.

A prefeitura monitora o fluxo de água e, caso o Guaíba volte a invadir a cidade, as outras quatro aberturas devem ser fechadas com sacos de areia e cimento. O plano é usar 80 sacos em cada uma dessas aberturas.

Mais em Destaques