DestaquesGeralPlantão de NotíciasPolíciaPolícia

Quadrilha que explodiu bancos em Espumoso é investigada por mais cinco ataques semelhantes

0
Compartilhe este post

A Delegacia de Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) acredita que a mesma quadrilha que atacou na madrugada desta terça-feira (9) dois bancos em Espumoso, no Alto do Jacuí, é a mesma investigada por outros cinco assaltos no interior do Estado. A forma de agir sempre é a mesma, após a meia-noite, em média de cinco a seis bandidos armados, ações em cidades pequenas, uso de explosivos e, às vezes, até com pessoas reféns.

Em Espumoso, foram explodidas as agências do Banrisul, que teve três terminais destruídos, sendo dois com dinheiro, e do Sicredi, que teve apenas a fachada atingida. O mesmo grupo criminoso é investigado por agir em assaltos semelhantes nas cidades de Boqueirão do Leão, Progresso, Pouso Novo, Cerro Grande e São Sepé.

O delegado João Paulo de Abreu, do Deic, divulgou nomes e fotos de alguns suspeitos investigados, todos foragidos e com prisão preventiva decretada.

No caso de Espumoso, Ivan Francisco dos Santos é suspeito de ter participado do ataque com explosivos. Ele é investigado também nos casos de Cerro Grande e São Sepé.

A polícia também divulgou as fotos e os nomes de outros envolvidos em assaltos semelhantes ocorridos em Campestre da Serra: Deyvid Possa, Diego Alexandre de Menezes Rios e Henrique de Azevedo de Andrade.

 Na foto:  Ivan Francisco dos Santos, Deyvid Possa, Diego Alexandre de Menezes Rios e Henrique de Azevedo de Andrade

Na foto:  Ivan Francisco dos Santos, Deyvid Possa, Diego Alexandre de Menezes Rios e Henrique de Azevedo de Andrade

“Todos são procurados por assaltos a bancos e nos casos em que estamos referindo agora, eles são suspeitos”, ressalta o delegado Abreu.

Denúncias podem ser feitas de forma anônima pelo telefone 0800 510 2828.

Segundo a polícia, a quadrilha não tem relação com o ataque ocorrido nesta madrugada no Litoral Norte.

Fonte: Rádio Gaúcha.

Mais em Destaques