GeralSaúde

Rede Notre Dame realizou workshop sobre redimensionamento de enxovais hospitalares

0
Compartilhe este post
Ana Lanches

A missão da Rede Notre Dame é oferecer serviços em saúde comprometidos com a vida, a luz da bondade de Deus, através do cuidado humano e qualificado, de forma sustentável e integrado com a comunidade e região. Com essa ideia na última semana de fevereiro, a enfermeira do hospital Notre Dame São Sebastião, de Espumoso, Ir. Marli Auzileiro, juntamente com o Supervisor do Serviço de Processamento de Roupas, Carlos Júnior Batista, ministraram um workshop aos hospitais e santas casas da rede, sobre  “Redimensionamento do Enxoval Hospitalar e Obras Sociais”. Tendo como objetivo garantir e manter a qualidade e quantidade ideal de enxoval para atender a demanda das necessidades assistenciais de cada casa.

As instituições participantes foram Hospital Notre Dame São Sebastião, Obra Social Santa Júlia, ambos de Espumoso; Hospital Notre Dame Júlia Billiart; Casa Betânia em Não-Me-Toque e Lar Dona Celestina, de Selbach.

Em pauta foi abordado o triângulo da vida útil dos tecidos, que é composto por composição, (tecido), tratamento (lavagem) e manuseio (cuidado) ”, e quando não havendo mais possibilidade de uso das peças, após higienizadas, são descartadas como resíduo comum de acordo com a RDC n° 06, de 30/01/2012, (Regulamentado em outubro de 2011, o Regime Diferenciado de Contratação – RDC).

Aos funcionários foi destacado a importância do estoque inicial, o qual deve ser controlado como um conjunto de peças do ciclo operacional (novas, em uso, conserto e peças para transformação e reparos). O número de mudas representa a quantidade de peças circulantes da lavanderia .

Na seleção de tecidos, os principais fatores que devem ser observados são o encolhimento, firmeza da cor, resistência à temperatura e a produtos químicos, entre outros. Usa-se em especial os tecidos de 100% algodão, pois a presença de poliéster limita o uso de certos equipamentos hospitalares, tais como bisturi elétrico (o poliéster não descarrega a eletricidade estática.) e também absorve a gordura (suor, pomadas e cremes) que promovem manchas que são difíceis de remoção.

Em tudo o que se pensa na hora da compra é a comparação de dois principais fatores de atenção que são: a qualidade técnica e a quantidade,  pois qualidade sem quantidade ou quantidade sem qualidade impactam, negativamente no conforto, vida útil, segurança sanitária e retorno sobre o investimento, isso no caso de uma instituição hospitalar.

Fonte: Assessoria de Comunicação do HNDSS/Luzia Camargo

Mais em Geral