GeralPrevisão do Tempo

Rio Grande do Sul deve registrar mais ondas de frio em agosto e setembro, diz meteorologista

0
Compartilhe este post

A previsão dos dias mais frios do ano se confirmou nesta semana. Os termômetros registraram mínimas abaixo de zero tanto na quarta (28), como na quinta-feira (29). Na quarta chegou a nevar e cair chuva congelada em várias cidades do Rio Grande do Sul, inclusive em Passo Fundo, que registrou os dois fenômenos. De acordo com o meteorologista do Governo do Estado, Flávio Varoni, a menor temperatura registrada na região de Passo Fundo, foi na estação de Getúlio Vargas, onde marcou -3,7 º C no amanhecer de ontem.

O meteorologista explicou a diferença entre a chuva congelada e a neve. A neve é um floco, ela cai desde a nuvem até o solo em forma de floquinhos, já a chuva congelada sai da nuvem como neve e na atmosfera encontra um ar mais quente, virando água de novo, após, próximo ao solo ela congela e vira um “mini granizo”. De acordo com Varoni, é fácil de identificar a diferença.

O especialista explicou os impactos que a neve pode causar. De acordo com Varoni, o fenômeno que aconteceu nesta semana não chega a causar problemas para a agricultura ou plantas, pois foi de fraca intensidade e as cultivares dessa época estão acostumadas com dias frios. A preocupação maior é a geada e não a neve, mas mesmo assim as culturas não sofrem tanto com isso.

Varoni adianta que devemos ter mais ondas de frio ainda ao longo do mês de agosto e setembro, porém é difícil prever a intensidade, pois ainda está longe. Desse modo é possível que as temperaturas baixas possam impactar na agricultura. O meteorologista explica que caso aconteça uma geada lá em setembro, quando a planta vai estar quase na época da colheita, isso pode acabar afetando aquelas propriedades que plantaram mais cedo. Varoni finaliza dizendo que a sexta-feira (30) será bem fria ainda, mas a neve foi embora e não devemos mais ter a ocorrência do fenômeno na região.

*Rádio Uirapuru

Mais em Geral