Entretenimento

Schwarzenegger substituirá Donald Trump em “O Aprendiz” com famosos

0
Compartilhe este post

Arnold Schwarzenegger vai substituir Donald Trump no comando do reality show “The Celebrity Apprentice” (“O Aprendiz Celebridades” nos Estados Unidos. A emissora NBC anunciou a novidade nesta segunda-feira (14).

“Eu sempre fui um grande fã de ‘The Celebrity Apprentice” e da forma como o programa apresenta os desafios e triunfos do mundo dos negócios e do trabalho em equipe. Estou muito feliz em trazer a minha experiência para a sala de reuniões e para continuar a arrecadação de milhões para a caridade. Vamos começar!”.

Além de ex-governador da Califórnia e de sua carreira como ator, Schwarzenegger tem experiência com negócios, incluindo redes de restaurantes e franquias de marcas esportivas.

A emissora informou que a atração volta ao ar na temporada de 2016-2017, oitava com famosos. Personalidades como La Toya Jackson, Stephen Baldwin, Sharon Osbourne, Gene Simmons e Piers Morgan já participaram da competição.

Crise com Trump
Em julho, a NBC rompeu vínculo com Donald Trump devido aos comentários xenófobos feitos pelo magnata no lançamento de sua pré-candidatura à presidência pelo Partido Republicano.

“Devido às afirmações depreciativas sobre os imigrantes realizadas por Donald Trump recentemente, a “NBCUniversal” encerra sua relação comercial com o senhor Trump”, informou o comunicado da emissora, antes de acrescentar: “Na NBC o respeito e a dignidade de todas as pessoas são pilares básicos de nossos valores”.

Mais de 200 mil telespectadores, por meio de assinaturas, pediram o cancelamento da exibição dos concursos Miss EUA e Miss Universo antes de a emissora anunciar a ruptura das relações comerciais com o multimilionário, que também inclui o reality show “The Apprentice”, pelo qual foi indicado ao Emmy.

Donald Trump afirmou que “quando o México envia suas pessoas, não manda os melhores, mas cidadãos com muitos problemas. “Estão enviando drogas, crimes. São violadores”, afirmou ele, durante o discurso em que apresentou sua candidatura às primárias republicanas para a corrida à Casa Branca.

Além disso, o empresário ainda propôs construir “um grande muro” na fronteira sul dos Estados Unidos, para evitar o fluxo migratório, e sugeriu que “o México pagasse” por ele. Desde então, a chuva de críticas a Trump não parou.

Fonte: UOL