GeralPolítica

Secretário Ricardo Strelow explica polemica do superávit de R$ 2 milhões

0
Compartilhe este post

O secretário municipal da fazenda de Espumoso, Ricardo Strelow participou na última segunda-feira, 05, da sessão da Câmara Municipal de Vereadores de Espumoso e explicou o superávit de dois milhões de reais no orçamento municipal de 2016. A participação do secretário se deu depois de o projeto que prevê abertura de crédito suplementar de 1,8 milhões de reais ser polemizado pelos vereadores.

De acordo com a explicação de Strelow, o superávit foi ocasionado pelo aumento da arrecadação em impostos como o IPVA e outros que acabaram dando retorno além do previsto no orçamento municipal. O secretário explicou ainda que os valores serão utilizados para pagar despesas já feitas nas secretarias de educação, saúde e também para pagamento da folha de pagamento dos funcionários. “Aqui foram passadas para a comunidade algumas informações fora da realidade. Nós não estávamos segurando dinheiro como foi dito, muito pelo contrário, esse valor será utilizado para pagamento de contas da secretaria da saúde, educação e também para pagamento dos salários dos funcionários municipal. ” Explicou Ricardo.

O secretário ainda falou sobre os investimentos com a secretaria de saúde. Segundo o secretário, a secretaria de saúde possui um orçamento de 6 milhões de reais, mas já foram investidos mais de 8 milhões de reais e a previsão é de os gastos passarem dos 10 milhões. “Uma outra colocação que eu quero fazer é com relação a secretaria de saúde. Nós tinhamos orçado seis milhões de reais para serem gastos pela secretaria de saúde, mas já gastamos mais de oito milhões e a expectativa é de que os gastos ultrapassem os dez milhões de reais até o final do ano. Então, dizer que não tem dinheiro para a saúde é pelo menos uma irresponsabilidade Nós temos responsabilidade de gastar o dinheiro com aquilo que realmente precisamos. ” Finalizou Ricardo.

O projeto de abertura do crédito suplementar foi aprovado por unanimidade pelos vereadores municipais.

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Geral