Destaques

Situação da Lagoa dos Patos se agrava em Rio Grande

0
Foto: Roberto Dias/ Prefeitura de Rio Grande
Compartilhe este post

Em Rio Grande, o avanço da Lagoa dos Patos durante a madrugada trouxe consequências além de diversas ruas completamente alagadas. Um dos locais mais bonitos da cidade, o Centro Histórico tinha água quase no joelho nesta manhã. Ainda durante a madrugada cerca de 600 pessoas pediram resgate para a Defesa Civil, que teve ajuda dos órgãos de segurança e voluntários no trabalho. Destes, 84 pessoas precisaram ser levadas aos abrigos municipais. Á tarde 659 permaneciam nos sete abrigos do município.

Os moradores foram resgatados principalmente do entorno do Lar Gaúcho, Navegantes, Salgado Filho, São Miguel e Santa Tereza. Dentre os voluntários que atuaram nos resgates estiveram socorristas dos socorristas do Núcleo Comunitário de Proteção e Defesa Civil(NUPDEC), jipeiros e a guarda vida civil.

No início da madrugada o estuário atingiu o nível de 2,76 m, segundo a medição realizada pelo sensor instalado no CCMar. Segundo o prefeito Fábio Branco, a situação poderá se agravar ainda mais. “Nas áreas de risco teremos um nível da lagoa muito alto, talvez e dependendo do vento, pode aumentar as áreas de risco podem ser mais atingidos. Que as pessoas sejam preventivos e se preocupem com os próximos dias”, solicitou. No início da tarde, a Lagoa dos Patos estava com o nível de 2,56m na cidade (66 centímetros acima do nível do cais. Os ventos estavam em direção noroeste a oito quilômetros por hora.

Correio do Povo

Mais em Destaques