GeralPolíciaRegião

Susepe deflagra operação inédita de revista geral na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas

0
Compartilhe este post
Ana Lanches

Nesta sexta-feira (29), por volta das 6h, a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) deu início a uma operação inédita de revista geral na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (PASC). A ação é uma resposta à apreensão de veículo com suposto plano de resgate de apenados, ocorrida na quinta-feira (28).

Participam da operação mais de 300 servidores penitenciários, com atuação do Grupo de Ações Especiais da Susepe (GAES) e de todos os Grupos de Intervenção Regional (GIRs) do Estado (1ª, 2ª, 3ª, 5ª e 8ª Regiões), somando 150 agentes operacionais e possibilitando intervenção simultânea em todas as galerias da unidade prisional. Também atuam no local para a revista agentes da 9ª e da 10ª Região Penitenciária e da Divisão de Segurança e Escolta.

O secretário de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo, Mauro Hauschild, e o superintendente da Susepe, José Giovani Rodrigues de Souza, acompanharam a ação. O superintendente enfatizou que a operação é uma resposta do Estado, visando à manutenção da ordem e da disciplina no sistema prisional e à segurança da população.

Hauschild também enalteceu a integração das forças de segurança pública, que estão atuando conjuntamente desde que a Susepe identificou o veículo suspeito e informou as demais instituições.

Mais detalhes serão divulgados após o término da operação.

Entenda o caso

Na manhã de quinta-feira (28), a partir de ação preparatória para realização de escolta de preso no município de Charqueadas, na Região Carbonífera, foi apreendido um veículo abandonado próximo da ERS-401, contendo coletes, munições e um suposto plano para resgate de detentos na Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (PASC).

Durante um deslocamento pela estrada, equipes da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) suspeitaram do veículo Kia Cerato, no qual estavam dois homens, parado na altura do quilômetro 401. A equipe seguiu o trajeto, mas fez contato com o serviço de inteligência. Verificou-se, então, que a placa no carro era clonada de um veículo de fora do Estado e, com isso, foi solicitado o apoio da Brigada Militar.

Guarnições do 28° Batalhão de Polícia Militar (BPM) foram ao local e encontraram o carro já sem os ocupantes, mas dentro haviam dois coletes balísticos, munições de fuzil calibre 5.56 e folhas com croquis da área onde se localiza a PASC, bem como uma espécie de fluxograma para uma suposta ação de resgate de dois detentos que se encontram recolhidos na penitenciária.

De imediato, foram acionadas as agências de inteligência de todas as forças de segurança, bem como reforços na região e iniciado o trabalho de busca pelos dois indivíduos, o que se mantém até o momento. A área da PASC recebeu reforço de efetivo da própria Susepe e da Brigada Militar, com a presença de homens do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) e do 1º Batalhão de Policiamento de Choque (1º BP Choque). Guarnições do Comando Ambiental da Brigada Militar (CABM) e o Batalhão de Aviação Aérea também apoiam as buscas na região.

A ação rápida foi possível porque as agências de inteligência das forças de segurança já monitoravam eventual ação de fuga de presos. Um dos detentos que seria alvo do suposto resgate, durante a ação de escolta para participação em audiência no Sul do Estado no início do mês, demonstrou contrariedade no momento da remoção da cela, o que levantou a suspeita de uma possível ofensiva de resgate, imediatamente compartilhada entre os órgãos.

Fonte: SUSEPE

Foto: Alefer Dias

Mais em Geral