ArtigosEducaçãoGeralÚtimas Notícias

Artigo: A Magia do Aprender

0
Compartilhe este post

A educação é algo indispensável para que o ser humano adquira autonomia para viver a vida e resolver os desafios que se apresentam ao longo dela.

Aprender é uma característica natural de todos os indivíduos. Todos somos capazes de aprender, desenvolver pensamentos e construir conhecimentos. Esta habilidade não pode ser compreendida como um privilégio com o qual alguns poucos foram agraciados. As pesquisas sobre a inteligência humana comprovam que a ação de aprender ou o não, estão relacionados com inúmeros fatores: familiar social, econômico, psicológico, pedagógico… Mas que a capacidade intelectual para apreender o sentido das coisas está presente em todos os indivíduos.

Içami Tiba afirma que a aquisição do saber passa por quatro estágios a saber: ingenuidade, descoberta, aprendizado e sabedoria. No primeiro degrau da escada do conhecimento está a ingenuidade. É o momento em que os sujeitos ignoram inclusive o fato de desconhecerem, os indivíduos não tem consciência da sua ignorância. “a pessoa nem sabe que não sabe” (Tiba, 2008, p. 78)

Com o passar do tempo e através das experiências vivenciadas os homens, como seres inconclusos, descobrem-se desconhecedores de fatos, objetos, pessoas, ou informações e atingem o patamar da descoberta. Aqui entra um elemento importantíssimo: a curiosidade natural dos seres humanos. Ela fornece a cada um de nós o espírito aventureiro, investigativo que instiga a descobrir aquilo que já existe e criar novas coisas. De acordo com Tiba “ao perceber que não sabe, o ser humano tem a tendência natural de buscar meios de aprender, já que é dotado de curiosidade e inteligência.” (Tiba, 2008, p. 79 ).

Ao alcançar a fase da descoberta somos arrebatados pelo desejo de aprender e pela angústia de estarmos ignorantes. Este momento é muito doloroso, exige muita coragem de nossa parte. Estamos diante da difícil decisão de nos desacomodar, seguir adiante, aprender. Um desafio sem dúvida alguma amedrontador, Paulo Freire chega a dizer que toda aprendizagem inicialmente gera a dor. Sobre isso Tiba conclui que: “adquirir novos conhecimentos confere uma sensação de prazer, de poder e alimenta a sabedoria.”  (Tiba, 2008)

A fase do aprendizado, permite que seja atingido o nível da sabedoria. Quando nos tornamos verdadeiramente sabedores de algo, isso torna-se a nossa prática. Aprender transforma nossas atitudes. Aquilo que aprendemos incorpora-se a nossa vida, passa a fazer parte do nosso comportamento e caráter. Por isso, entendemos que a educação, o conhecimento muda a vida das pessoas. Porém atingir sabedoria, não significa tornar-se sábio.

Palavras-chave: Aprender – Descoberta – Sabedoria –

Referência Bibliográfica

TIBA, I. Conversas com Içami Tiba. Integrare. São Paulo, 2008.

*Elenice Isabel de Mattos

Pedagoga Séries Iniciais e Educação Infantil.

Pós Graduada: Psicopedagogia Clínica e Institucional.

Capacitação em AEE.

Mais em Artigos