DestaqueGeralSaúde

Confirmado o primeiro caso de dengue em Espumoso

0
Compartilhe este post

[vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_column_text]

A secretaria municipal de saúde de Espumoso confirmou nesta terça-feira, 17, o primeiro caso de dengue registrado em Espumoso. O caso é de uma senhora de 73 anos que reside no Bairro Centro e segundo informações viajou para Bento Gonçalves, onde possivelmente contraiu a doença. Este é o primeiro caso confirmado de dengue no município.

O departamento de vigilância sanitária já realizou a dedetização das residências e bairros próximos do local onde a paciente reside.

A secretaria de saúde intensificará o trabalho de prevenção e fiscalização a fim de não possibilitar o aumento de pessoas infectadas.  Além disso, o o departamento de endemias pede que os espumosenses redobrem a atenção com os cuidados básicos para não possibilitar a existência de novos criadouros do Aedes Aegypti.

Saiba mais sobre a dengue:

Sintomas e Tratamento

Fique alerta aos sintomas da dengue:

Depois da picada do mosquito com o vírus, os sintomas se manifestam normalmente do 3º ao 15º dia. Esse período é chamado de incubação. O tempo médio de duração da doença é de cinco a seis dias. É só depois do período de incubação que os seguintes sintomas aparecem:

Dengue Clássica
• Febre alta com início súbito.
• Dor de cabeça.
• Dor atrás dos olhos, que piora com o movimento deles.
• Perda do paladar e apetite.
• Náuseas e vômitos.
• Tonturas.
• Extremo cansaço.
• Manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores.
• Moleza e dor no corpo.
• Muitas dores nos ossos e articulações.
Dengue Hemorrágica
Os sintomas da dengue hemorrágica no início da doença são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre, com maior freqüência, quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alarme:
• Dores abdominais fortes e contínuas.
• Vômitos persistentes.
• Pele pálida, fria e úmida.
• Sangramento pelo nariz, boca e gengivas.
• Sonolência, agitação e confusão mental.
• Sede excessiva e boca seca.
• Pulso rápido e fraco.
• Dificuldade respiratória.
• Perda de consciência.

Na dengue hemorrágica, o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória e choque, podendo levar a pessoa à morte em até 24 horas.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Mais em Destaque