GeralÚtimas Notícias

Crise energética da Europa poderá aumentar ainda mais o preço do combustível local

0
Compartilhe este post

A crise no setor energético está afetando todas as nações europeias e vários países asiáticos. No início da última semana, o preço do gás na Europa bateu um novo recorde, ultrapassando US$ 1.900 (cerca de R$ 10.473) por mil metros cúbicos. No final de semana o preço se recuperou, mas seguiu alto, mesmo caindo para cerca de US$ 1.200 (aproximadamente R$ 6.614).

Em entrevista na Uirapuru, o professor e coordenador do curso de Economia da Universidade de Passo Fundo (UPF), Julcemar Zilli, revelou que o mundo todo está preocupado de forma significativa com essa crise energética, que mostra alguns indicadores importantes para nossa realidade local, aumentando o preço dos combustíveis, por exemplo.

Segundo Zilli, alguns indicadores apontam para uma possível influência na economia local, já que o preço do combustível é determinado no Brasil através de questões internacionais. Se o mundo perceber que essa crise energética vai piorar, isso poderá causar uma escalada ainda maior no preço da gasolina, que é influenciada, principalmente, pelo petróleo internacional.

Além disso, o economista também alertou sobre outras frentes econômicas que podem ser atingidas pela crise energética da Europa. Uma delas é que a população está crescendo e a oferta de energia de forma geral não consegue acompanhar essa evolução. Em algum momento, quando se tiver uma escassez de algum recurso importante, também poderá ser percebido um aumento no preço da energia elétrica.

Zilli destaca, no entanto, que o risco de desabastecimentos na região é reduzido, pois temos ainda alguns produtos alternativos, como o etanol, que tem sua produção crescendo no Sul e Sudeste do país.

*Rádio Uirapuru

Mais em Geral