DestaquesGeralPrevisão do TempoRegião

Forte massa de ar polar derrubará a temperatura no RS

0
Foto: Ricardo Giusti | PMPA
Compartilhe este post

 

Forte massa de ar frio vai derrubar a temperatura no Sul e em partes do Centro-Oeste e do Sudeste do Brasil. Não será uma incursão de ar polar tão intensa quanto a registrada no fim de junho, mas novamente o ar frio terá uma trajetória continental, avançando pelo interior do continente, e trazendo acentuado declínio da temperatura em diversos estados.

Com a passagem de uma frente fria, a temperatura caiu nas últimas horas no Rio Grande do Sul a partir do ingresso de ar mais frio, entretanto um reforço significativo de ar polar chegará no fim de semana. Será impulsionado por um ciclone extratropical a Leste da Argentina e do Uruguai.

Por isso, o resfriamento mais acentuado terá início no fim de semana, principalmente no domingo, quando o ar mais gelado estiver avançando pelo Sul do Brasil e o Centro-Oeste. As mínimas e máximas terão queda acentuada com sensação de muito frio reforçada pelo vento.

MADRUGADAS DE MUITO FRIO NA PRÓXIMA SEMANA

Devido à influência do ar polar, a temperatura estará muito baixa durante as madrugadas da próxima semana no Sul do Brasil e em parte do Centro-Oeste, como o Mato Grosso do Sul e áreas mais a Oeste do Mato Grosso. No Rio Grande do Sul, as menores mínimas vão se dar entre domingo e quarta-feira da semana que vem.

A MetSul projeta marcas negativas ou próximas de 0ºC em grande número de cidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina na primeira metade da próxima semana. Pontos de baixadas do Noroeste gaúcho podem registrar -3ºC a -4ºC. A área de Santa Maria, no Centro gaúcho, pode ter 1ºC a 2ºC. Em Uruguaiana, no Oeste, 2ºC a 4ºC de mínimas na primeira metade da semana que vem. Na fronteira com o Uruguai, Quaraí e Livramento podem baixar a marcas de -2ºC a 0ºC nas madrugadas maias frias. E, no Sul, na região de Pelotas pode fazer 1ºC ou 2ºC.

Além do ar gelado, o perfil muito seco da atmosfera favorecerá intenso resfriamento noturno. Com isso, mínimas tão baixas como -5ºC a -6ºC, em alguns locais até inferiores, podem ocorrer nos Campos de Cima da Serra do Rio Grande do Sul e em áreas de baixadas de locais de maior altitude do estado gaúcho como da região de Soledade e da Serra do Sudeste. Na Serra Gaúcha, as mínimas, em geral, devem ficar entre 0ºC e 2ºC, mas com marcas muito menores nas áreas de baixadas.

Projeção de mínimas do modelo canadense para a madrugada da terça-feira no Centro-Sul do Brasil | MetSul

GEADA SERÁ FORTE E AMPLA

A sequência de madrugadas muito frias com ar seco, tempo aberto e vento calmo trará vários dias seguidos com formação de geada no Sul do Brasil. Já deve gear nesta sexta e no sábado em pontos do Rio Grande do Sul, sobretudo do Oeste e do Sul, entretanto a geada deve se generalizar a partir do domingo.

A geada será forte em muitos locais do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e o Paraná, devendo ser severa em algumas localidades como de maior altitude com expectativa de congelamento em razão das mínimas abaixo de zero.

SENSAÇÃO TÉRMICA GELADA NO INGRESSO DO AR POLAR

O ar polar que chega no fim de semana será impulsionado por um ciclone extratropical. O sistema vai atuar inicialmente na costa da Argentina, na altura da província de Buenos Aires, e depois rumará para Nordeste no sentido da foz do Rio da Prata, avançando após para o Leste do Uruguai e o Sudeste do Chuí, antes de se distanciar.

A chegada de ar mais frio já será percebida no sábado, mas na maior parte do Estado e do restante do Sul do Brasil só no domingo e com vento. Projeta-se vento moderado com rajadas por vezes fortes de 60 km/h a 80 km/h, sobretudo no Sul e no Leste gaúcho. A temperatura baixa combinada com o vento resultará em sensação térmica bastante baixa e de muito frio, especialmente no final do sábado e durante o domingo. O vento tende a ceder na segunda-feira.

* Com informações de Metsul Meteorologia.

Mais em Destaques