CidadeDestaquesGeralSaúde

Governo Federal desabilita leitos de UTI do HNDSS a partir de 31 de janeiro

0
Foto: Divulgação/HNDSS
Compartilhe este post

 

Ana Lanches

As notícias que circulam pelo mundo, do aumento do número de casos, chamam a atenção dos profissionais de saúde, que novamente entram em estado de alerta. A direção do Hospital Notre Dame São Sebastião, diante desta realidade e da portaria publicada pelo Governo Federal, vem à público orientar às pessoas da importância das medidas protetivas voltadas para a redução da circulação do vírus: o distanciamento social, higienização das mãos, o uso de máscaras, testagem da população, identificação e isolamento dos casos e quarentena dos contatos. E, obviamente, estar com o esquema vacinal em dia.

A direção da instituição orienta ainda, a comunidade, sobre a busca por atendimentos neste momento de aumento de casos de COVID. Embora esta nova onda do vírus tenha apresentado sintomas mais leves, a taxa de transmissão tem se demonstrado maior. As pessoas que suspeitam estar com o vírus ou com sintomas gripais, a orientação é para que procurem, prioritariamente, as unidades básicas de saúde de seus municípios (Postos de Saúde), especialmente para a realização da testagem. Uma vez que é papel da Unidade Básica a triagem dos pacientes.

As emergências e hospitais devem ser priorizadas para tratamento de casos graves, evitando assim a sobrecarga no sistema, a garantia de atendimento para os casos realmente graves e a integridade da saúde dos profissionais da rede hospitalar para que se consiga manter os serviços.

Portaria desabilita UTI Covid

O Governo Federal publicou no apagar das luzes de 2021, mais exatamente no dia 31 de dezembro, a portaria GM/MS Nº 4.226. Em seu Art. 1º, a portaria dispõe sobre o procedimento para desmobilização de leitos de Unidade de Terapia Intensiva – UTI Adulto e Pediátrico Covid-19 autorizados, em caráter excepcional e temporário, para o atendimento exclusivo de pacientes com diagnóstico de Síndrome Respiratória Aguda Grave – SRAG/Covid-19.

Além disto, a portaria estabelece que ficam mantidos no Sistema do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (SCNES), os leitos de UTI Covid-19 já autorizados até a data de 31/01/2022, sendo desautorizados automaticamente a partir desta data. Além disso, conforme a ordem, não serão mais autorizadas novas propostas de solicitações de UTI COVID-19.

No momento, a UTI Covid do Hospital Notre Dame São Sebastião não tem nenhum paciente internado. A Direção inicia agora, o processo de desmobilização dos leitos dedicados ao tratamento de pacientes portadores da Covid-19.

*Hospital Notre Dame São Sebastião.

Mais em Cidade