DestaquesEstadoGeralPolícia

Operação Sangue Frio: Polícia Civil combate crimes de homicídios em megaoperação no RS

0
Compartilhe este post

Na manhã desta quinta-feira, 9, a Polícia Civil, em conjunto com a 3ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Porto Alegre, e com o apoio da Brigada Militar, deu início à Operação Sangue Frio. O objetivo da ação é combater crimes de homicídios perpetrados por uma organização criminosa no estado do Rio Grande do Sul.

Ao todo, foram cumpridas 87 ordens judiciais, incluindo 20 mandados de prisão preventiva, 01 mandado de prisão temporária e 66 mandados de busca e apreensão em cidades como Porto Alegre, Cachoeirinha, Alvorada, Novo Hamburgo, Canoas, Santa Cruz do Sul, Sapucaia do Sul, Cidreira e Criciúma.

A operação resultou na prisão de 21 indivíduos, incluindo quatro líderes do grupo criminoso, quatro envolvidos diretamente na execução dos crimes investigados e outros membros vinculados à organização criminosa. Além disso, foram apreendidas uma pistola e três revólveres, bem como porções de cocaína e diversos celulares.

A ofensiva é uma resposta ao crime ocorrido em 14 de maio de 2023 na Vila São Borja, localizada no bairro Sarandi, na capital. Na ocasião, após um ataque armado perpetrado por indivíduos ligados a um grupo criminoso que buscava dominar os pontos de tráfico na região, cinco pessoas foram brutalmente assassinadas. Outras cinco vítimas sobreviveram por circunstâncias alheias à vontade dos criminosos, pois conseguiram simular estarem mortas.

Segundo informações obtidas durante a investigação, os suspeitos agiram com extrema frieza. Após a morte de um líder reconhecido na Vila São Borja, com o intuito de consolidar o domínio do tráfico de drogas na área, os criminosos dirigiram-se ao local e executaram impiedosamente cinco pessoas, obrigando-as a ajoelharem-se, de costas e indefesas. Outras cinco vítimas foram feridas, mas não foram mortas, conforme seus próprios relatos, por terem conseguido fingir estar mortas.

Mais em Destaques