DestaquesGeralRegião

Selbachense Janaína Naumann é indicada para o Ministério da Saúde

0
Créditos: Orlando Kissner/Alep
Compartilhe este post

Nascida em Selbach, Rio Grande do Sul, a gaúcha Janaína Naumann foi indicada na manhã desta quinta feira (21 de maio) para o Ministério da Saúde do Brasil. A indicação foi feita pelo deputado federal Aroldo Martins, do partido Republicanos-10.

Graduada em biomedicina pelo Centro de Ensino Superior de Maringá (UNICESUMAR), Especialista em Anatomia e Histologia para Métodos de Ensino e Pesquisa pela Universidade Estadual de Maringá (UEM), Mestre em Tecnologia em Saúde pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR). Doutoranda em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Estadual do Centro Oeste do Paraná (UNICENTRO). É professora universitária e atuou no projeto interministerial Mais Médicos para o Brasil, como apoiadora no estado do Paraná.

Atualmente é presidente do Conselho Regional de Biomedicina do Paraná (CRBM- 6), Conselheira titular do Conselho Federal de Biomedicina (CFBM) e Coordenadora do Fórum dos Conselhos Profissionais da Área de Saúde do Paraná (FCRAS-PR).

“Neste momento importante e desafiador que o Brasil enfrenta, no intuito de somar com nosso presidente Jair Bolsonaro, estou encaminhando o currículo da biomédica Janaína Naumann, como sugestão para o Ministério da Saúde, especialmente pela sua formação e experiência na área”, destacou o Deputado Federal Aroldo Martins, em suas redes sociais.

“Me sinto orgulhosa com a indicação, que representa o reconhecimento de um trabalho sério e voltado, sempre, para o bem comum. A melhor valorização de um trabalho profissional é o reconhecimento, e neste momento, sinto que a caminhada tem valido a pena”, afirmou Janaína Naumann.

O CRBM-6 destaca que Janaína Naumann é uma profissional preparada, experiente em gestão pública e com totais condições de administrar as ações da pasta.

O pedido foi enviado para análise. Atualmente, o cargo de ministro da Saúde é ocupado pelo general Eduardo Pazuello, que deve permanecer na pasta até a definição do novo titular.

*Com informações: Conselho Regional de Biomedicina 6ª Região PR

Mais em Destaques