DestaquesGeralRegiãoTrânsito

Simulador volta a ser obrigatório no RS e CFCs avaliam mudança como positiva

0
Compartilhe este post

Uma decisão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), suspendeu os efeitos da resolução 778/19 publicada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Essa suspensão vale apenas para o Rio Grande do Sul e retorna a obrigatoriedade dos simuladores de direção nas autoescolas e a quantidade original de horas-aula. A decisão vale para todos os CFCs do Estado, inclusive para processos em andamento.

Em entrevista na Uirapuru, o empresário Ênio de Oliveira, proprietário do CFC Janaína, explicou que a resolução está suspensa e o mérito será julgado adiante, ressaltando que até lá segue a obrigatoriedade. Ênio explicou que a decisão da Justiça é favorável a todos, pois foi feito um estudo técnico que apontou a necessidade de usar o simulador nas aulas de direção.

Janaína Oliveira, que também faz parte do CFC Janaína, explicou que o simulador oferece uma situação diferente da comum ao aluno. Com ele o aluno pode dirigir à noite, com neblina, com chuva e em pontos adversos, o que traz mais segurança quando o cenário for real.

Mais em Destaques